Após quatro jogos, Corinthians volta à Arena e recebe Independiente na Libertadores

Nos últimos sete jogos, o Corinthians levou a melhor vencendo por quatro vezes, enquanto os argentinos venceram nas outras três oportunidades

Após quatro jogos, Corinthians volta à Arena e recebe Independiente na Libertadores
O Corinthians venceu o primeiro jogo por 1 a 0, em plena Avellaneda (Foto: Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians)
Corinthians
Independiente
Corinthians: Cássio; Sidcley Balbuena, Henrique, Mantuan; Gabriel, Maycon; Romero, Jadson, Rodriguinho, Mateus Vital. Técnico: Fábio Carille.
Independiente: Campaña; Bustos, Figal, Amorebieta, Silva; Domingo, Gaibor, Verón, Benítez; Menéndez e S.Romero. Técnico: Ariel Holan.

A primeira quarta-feira (2) de maio, será marcada pelo início de uma maratona de jogos do Corinthians neste mês, que terá nove partidas durante estes 30 dias. O confronto da vez é contra o Independiente, na Arena Corinthians, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Na última rodada do grupo G, a equipe alvinegra venceu os argentinos em pleno Estádio Libertadores da América, por 1 a 0, com um gol de Jadson.

O triunfo na Argentina deu a liderança para o Corinthians no grupo, que se viu momentaneamente perdida para o Deportivo Lara, que ocupa a sexta posição. Já a equipe visitante, conquistou apenas uma vitória nos últimos três compromissos pelo campeonato sul-americano.

Enquanto os argentinos passam por dificuldades na Libertadores, o Corinthians ainda não perdeu durante os três jogos da fase de grupos. Na estreia, empatou sem gols contra o Millonarios-COL, mas engatou uma sequência de duas vitórias seguidas, contra o Deportivo Lara e contra o próprio Independiente.

Retrospecto positivo contra os argentinos

No quesito favoritismo, a equipe alvinegra leva a melhor sobre o Independiente devido ao histórico. Ao todo, são sete confrontos desde 1981, com quatro vitórias e três derrotas.

Contra equipes argentinas, o histórico também é positivo, visto que o Corinthians já enfrentou os hermanos por 73 vezes, vencendo em 28 oportunidades, empatando 19 e perdendo 26. 

Todavia, na Libertadores o retrospecto não é tão favorável assim. Até então, são 15 jogos com quatro vitórias, quatro empates e sete derrotas.

Escalações

Com exceção do lateral direito, Fagner, Fábio Carille deve manter a mesma formação que venceu a equipe na argentina, além disso, mesmo com a chegada de um atacante de referência no ataque, Roger não foi inscrito na competição, portanto, a formação continuará em 4-2-4, sem um centroavante de ofício com:  Cássio; Sidcley Balbuena, Henrique, Mantuan; Gabriel, Maycon; Romero, Jadson, Rodriguinho, Mateus Vital.

Já Ariel Holan, técnico do Independiente, seguirá também com a mesma equipe que vem atuando na Libertadores, em uma formação 4-4-2, com: Campaña; Bustos, Figal, Amorebieta, Silva; Domingo, Gaibor, Verón, Benítez; Menéndez e S.Romero.