Após suspensão, Guerrero negocia renovação de contrato com Flamengo

Após seis meses de punição imposta pela Fifa por ser pego no exame antidoping, Paolo Guerrero está liberado para jogar. Sua suspensão se encerrou nessa quinta-feira (3), quando também aconteceu o julgamento na CAS (Corte Arbitral do Esporte). O resultado deve sair em alguns dias, entretanto, o peruano já pode atuar com a camisa rubro-negra. 

Enquanto isso, Paolo e a diretoria do Flamengo tentam chegar a um acordo para a renovação do seu contrato, que se encerra no dia 10 de agosto. Nesse período, o atacante só poderá jogar mais dez partidas pelo clube, já que haverá a Copa do Mundo, em junho, na Rússia. O atacante certamente estará entre os convocados para defender a seleção peruana. 

O Peru se apresenta no dia 21 de maio. Oito dias depois, entra em campo para disputar um amistoso contra a Escócia, na capital peruana. Logo após, viajam para a Rússia no dia 3 de junho. Até lá, o rubro-negro carioca fará somente cinco partidas: InternacionalChapecoense e Vasco (Campeonato Brasileiro), Ponte Preta (Copa do Brasil) e Emelec (Taça Libertadores).

Após o período de Copa do Mundo, Guerrero voltaria já no fim do contrato. Restando mais cinco partidas para poder atuar no Campeonato Brasileiro: São Paulo, Botafogo, Santos, Sport e Grêmio. Entretanto, poderá haver partidas da fase mata-mata da Copa do Brasil e Libertadores, se a equipe se classificar. 

Flamengo e Guerrero buscam se acertar até o início da preparação para a Copa do Mundo. O clube deseja extender o vínculo até o fim do ano, mantendo o mesmo salário. Já o atacante deseja um contrato mais longo, de no mínimo dois anos, e com um salário um pouco mais alto. Apesar dessa burocracia, a torcida rubro-negra gosta muito do "El Pistolero", como é apelidado, e deseja ver o atacante balançando as redes muitas vezes, por mais tempo. 

VAVEL Logo