Em situações opostas, Sampaio Corrêa e Paysandu duelam no Castelão
Foto: Elias Auê/Sampaio Corrêa

Em situações opostas, Sampaio Corrêa e Paysandu duelam no Castelão

Paio busca se afastar da zona de rebaixamento, enquanto o Papão tenta manter 100% e assumir liderança provisória da Série B

vavel
VAVEL
Sampaio CorrêaAndrey; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; William Oliveira, César Sampaio, Danielzinho e João Paulo; Bruninho (Uillian, Carlão, Wellington Rato) e Alvinho. Técnico: Francisco Diá
PaysanduRenan Rocha; Perema, Edimar e Douglas Mendes; Matheus Silva, Renato Augusto, Nando Carandina e Mateus Müller; Mike, Cassiano e Claudinho. Técnico: Dado Cavalcanti
ÁRBITROWagner Reway (MT)
INCIDENCIASPartida válida pela 4ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2018, a ser disputada no Castelão, em São Luís, no Maranhão

A noite desta sexta-feira (4) dá continuidade à 4ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2018 com três duelos. Um deles, às 19h15, vai ser disputado entre Sampaio Corrêa Paysandu no Castelão em São Luís. As equipes vivem momentos distintos e buscam a vitória para dar maior motivação ao objetivo traçado para a temporada.

No último sábado (28), o Paio foi a Goiânia encarar o invicto Vila Nova, mas acabou sendo derrotado por 3 a 1. O resultado negativo deixou os maranhenses na 16ª colocação e com apenas três pontos ganhos, com a zona de rebaixamento batendo na porta e a possibilidade de voltar a vencer como mandante.

Já o Papão, por outro lado, vive melhor fase na Segundona e ainda não sofreu nenhuma derrota, defendendo 100% de aproveitamento. Ante o Brasil na Curuzu, diante da torcida, mostrou forças e levou a melhor ao vencer por 2 a 1, que o deixou na 5ª posição com nove pontos, com o G-4 próximo.

Paio visa superar saída de atacante Marlon

Com uma semana para treinar, o Sampaio vai a campo na tentativa de superar as adversidades, principalmente na tabela da competição. Em situação complicada e próximo ao Z-4, o Paio não poderá contar com o principal jogador na temporada. É o meia-atacante Marlon, negociado com o Fortaleza e já desfalque certo.

Bruninho, Uilliam, Wellington Rato e Carlão disputam um espaço entre os 11 em seu lugar, com a indefinição sendo concluída somente pouco antes do apito inicial. No último treinamento, o treinador Francisco Diá testou variações como a entrada do volante César Sampaio na vaga de Silva e Carlão podendo atuar mais móvel junto a Alvinho.

Comandante da Bolívia Querida deixa titulares em aberto contra bicolores (Foto: Elias Auê/Sampaio Corrêa)
Comandante da Bolívia Querida deixa titulares em aberto contra bicolores (Foto: Elias Auê/Sampaio Corrêa)

Mesmo sem contar com o destaque, o comandante dos maranhenses já tem em mente como montar o time. De acordo com Diá, a estratégia deve ser pensada com base no adversário, que provavelmente vai com um esquema mais cauteloso, lhe dando a possibilidade de abusar mais da ofensividade com velocidade.

"Tenho o Bruninho, Uilliam, Wellington Rato ou Carlão para o lugar do Marlon. Estou montando uma estratégia para tentar ganhar vantagem ao time deles que jogam com três zagueiros e, para isso, tenho que ter mobilidade, ofensividade e preciso preencher bem o meu meio-campo para vencer", declarou o técnico.

Papão defende invencibilidade no certame

Ser vice-campeão do Estadual não foi problema para o Paysandu, pois vive o melhor momento da temporada. Invicto na Série B e próximo do bicampeonato da Copa Verde, o Papão chega motivado para a partida, mas tem desfalques importantes para enfrentar o Sampaio distante da torcida.

Com problemas físicos, o goleiro Marcão Milanezi, zagueiro Fernando Timbó e meia Pedro Carmona vão ficar de fora, assim como o atacante Moisés, vetado por desgaste muscular. Quem também vai desfalcar os bicolores é o zagueiro Diego Ivo, que passará um período afastado por conta de tratamento de um problema crônico no joelho.

Lesionados, zagueiro Diego Ivo e meia Pedro Carmona desfalcam Papão (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
Lesionados, zagueiro Diego Ivo e meia Pedro Carmona desfalcam o Papão (Foto: Fernando Torres/Paysandu)

Na zaga, Douglas Mendes ganha o espaço junto a Perema e Edimar, já no ataque Claudinho permanece ao lado de Mike e Cassiano. Zagueiro Edimar, inclusive, já atuou pelo time maranhense outrora e reconhece as dificuldades a serem encontradas apesar da boa fase, mas cita que a confiança pode vir a ser um fator positivo.

"Sei bem da força que o Sampaio Corrêa tem, principalmente jogando em casa. Foram dois anos vestindo a camisa desse clube, que respeito bastante, mas certamente teremos uma pedreira. Temos que ir para lá neutralizando os pontos fortes deles e aproveitar que nós vivemos um momento de muita confiança", declarou o defensor.

VAVEL Logo

Paysandu Notícias

há 25 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há 2 meses
há 2 meses
há 2 meses
há 2 meses
há 3 meses
há 3 meses