Corinthians volta a vencer após quatro jogos e despacha Vitória nas oitavas da Copa do Brasil

Equipe alvinegra construiu o resultado já no primeiro, com Maycon; na segunda etapa, Romero foi à rede em duas oportunidades, se tornando o maior artilheiro da Arena Corinthians

Corinthians volta a vencer após quatro jogos e despacha Vitória nas oitavas da Copa do Brasil
Corinthians vivia uma seca de vitórias há quatro jogos (Foto: Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians)
Corinthians
3 1
Vitória
Corinthians: Cássio; Sidcley, Henrique, Balbuena, Mantuan; Gabriel, Maycon (Paulo Roberto); Jadson (Emerson Sheik), Rodriguinho, Pedrinho (Mateus Vital), Romero. Técnico: Fábio Carille.
Vitória: Caíque, Pedro Botelho, Ramon, Kanu, Zé Wellinson; Uilian Correia, William Farias (André Lima), Yago, Rhayner, Neilton (Luan); Denílson. Técnico: Wagner Mancini.

Na noite desta quinta-feira (10), o Corinthians voltou a vencer, após quatro jogos sem saber o que era o triunfo sobre adversários. Em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, a equipe alvinegra despachou o Vitória por 3 a 1. Os gols foram marcados por Maycon e Romero indo às redes em duas oportunidades, se tornando o maior artilheiro da Arena, com 23 gols. Para o Vitória, André Lima descontou no final da segunda etapa.

O primeiro tempo foi marcado por um Corinthians pressionando o Vitória em seu campo de defesa e incomodando o goleiro Caíque, com jogadas rápidas pelas pontas e chutes de fora da área.

A equipe baiana, por sua vez, se retraía em seu campo, à espera de um contra-ataque que não veio. Com o goleiro do Vitória executando defesas providenciais mas, aos 39 minutos, Caíque afastou o cruzamento de Gabriel, para o meio da área, a bola sobrou para Maycon que chutou forte, para inaugurar o marcador.

Nos minutos que se restavam da primeira etapa, o Vitória ainda tentou reagir, com Neílton e Denílson sendo acionados no ataque, mas a defesa alvinegra evitou que Cássio trabalhasse.

Ao soar do apito para a segunda etapa, os donos da casa mantiveram a postura agressiva e não tardaram para chegar ao segundo gol. Aos 12 minutos, Romero recebeu passe de Jadson, na ponta esquerda. O paraguaio chutou uma vez em cima do goleiro e no rebote mandou para as redes para ampliar o placar.

Não se dando por satisfeito com a vantagem, o Corinthians ainda seguiu em cima. Os visitantes tentavam sair para o jogo, mas a marcação e diversos erros de passes dificultavam a saída de bola e consequentemente, os contra ataques.

Pressionando desde o primeiro tempo, os donos da casa ainda foram às redes mais uma vez. Em contra-ataque, Romero chutou forte de fora da área, e Sidcley pegou o rebote na lateral esquerda, cruzou e o paraguaio cabeceou para mandar para o fundo do gol e fechar o placar para o Corinthians.

O Vitória ainda descontou com André Lima, que recebeu cruzamento de José Wellinson, se antecipou à zaga e cabeceou de costas, para balançar as redes de Cássio.

Todavia, o Timão se mostrou no controle da partida e passou a valorizar a posse de bola para gastar o tempo. O Leão ainda viu José Wellinson ser expulso, minutos antes do final, o que colocou um ponto final a uma reação que já se mostrava difícil. Com um a menos, e com o tempo jogando contra, Sandro Meira Ricchi apitou o final da partida e decretou a vitória corinthiana por 3 a 1.

Agora, o Timão vira a chavinha e volta à campo no domingo, no dérbi paulista contra o Palmeiras, na Arena Corinthians. Já o Vitória viaja ao Rio de Janeiro, onde enfrenta o Vasco, também no domingo, em jogos válidos pela quinta rodada do Brasileirão.