Derrotado, mas classificado! Abel elogia superação do Fluminense: "Viajamos preocupados com a altitude"

Treinador diz que apesar da derrota, seus jogadores mereciam a classificação e se mostra orgulhoso de terem avançado de fase

Derrotado, mas classificado! Abel elogia superação do Fluminense: "Viajamos preocupados com a altitude"
Foto: Lucas Merçon / Fluminense

O Fluminense perdeu de 2 a 0 para o Nacional, Potosí, da Bolívia, nesta quinta-feira. Apesar da derrota, a equipe saiu classificada por ter vencido no Rio a partida por 3 a 0. O treinador Abel Braga mostrou orgulho de seus jogadores mas reconheceu que não conseguiu fazer seu time jogar futebol.

"Eles mereceram a vitória, mas nós, pela bravura, merecemos a classificação. Nós tínhamos um objetivo", disse.

O treinador ainda comentou que muitos jogadores de sua equipe sentiram muita a questão da altitude. O estádio da partida está a mais de 4 mil metros acima do nível do mar. Marcos Jr. nem no banco conseguiu ficar e acabou cortado da relação da partida, e Ayrton Lucas foi substituído ainda no intervalo. 

"Tivemos jogadores com oxigênio no hotel, oxigênio antes do aquecimento, oxigênio depois do aquecimento e eu conversei com os jogadores no intervalo e eles com oxigênio - reclamou o treinador.

Principais pontos da coletiva de Abel Braga:

Análise da partida
Nós nos colocamos em uma maneira de nos defender. Eles cruzando bola na área, nós com três zagueiros. Tivemos algumas oportunidades de fazer um golzinho, mas o domínio foi todo do adversário.

Elogios ao Nacional Potosí
É um grande time, tem grandes jogadores, mereceram a vitória, mas nós, pela bravura, merecemos a classificação. Vocês, em Potosí, tem grandes jogadores. Salazar é grande jogador. Reina é grande jogador. Paniagua também.

Preocupação com altitude?
Viemos muito preocupados. Procurei não falar com meus jogadores sobre altitude, mostrar que não estávamos preocupados, nervosos ou com medo. Mas sabíamos que as dificuldades seriam muito grandes.

Mais sobre altitude
É questão fisiológica. Não estou dizendo que o povo de Potosí tem problema com isso. Desumano é jogar futebol, não morar aqui. As pessoas que moram aqui estão habituadas. Agora você sair do nível do mar para 4 mil metros... É complicado.

Elogios à Bolívia
Eu nunca tinha vindo a Bolívia. Fiquei encantado com Santa Cruz de la Sierra. Fiquei encantado com as pessoas, nos aplaudiram na rua, na saída do hotel.