Avaí vence clássico e quebra sequência invicta do Figueirense no Scarpelli

Equipe visitante apresentou melhor futebol na segunda etapa ficando com a vitória por 1 a 0; últimos cinco clássicos haviam terminado empatado

Avaí vence clássico e quebra sequência invicta do Figueirense no Scarpelli
Elenco avaiano homenageou o capitão Marquinhos no vestiário (Foto: Jorge Daux/Avaí FC)
Figueirense
0 1
Avaí
Figueirense: Denis; Diego Renan, Nogueira, Eduardo e Lazaroni; Zé Antônio, Betinho (Matheus Sales), Ferrareis (Felipe Amorim), Jorge Henrique e João Paulo (Maikon Leite); André Luís. Técnico: Milton Cruz.
Avaí: Aranha; Alemão, Betão e Airton; Guga, Judson, Renato, André Moritz (Matheus Barbosa) e Capa; Rômulo e Rodrigão (Marquinhos). Técnico: Geninho.
Placar: 0-1, min. 18/2ºt, Rodrigão
ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques auxiliado por Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos.
INCIDENCIAS: Partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro Série B, realizada no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, SC

Após ficarem no empate em cinco confrontos, finalmente saiu um vencedor entre Figueirense e Avaí. O Leão da Ilha venceu o Furacão na tarde deste sábado (12) no Orlando Scarpelli, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Rodrigão, impedido, foi o autor do gol que deu a vitória a equipe visitante por 1 a 0. O Alvinegro só havia perdido uma partida em casa no ano: 2 a 1 para o Atlético-MG, pela Copa do Brasil, em 14 de março.

Com a bola rolando, até os 10 minutos era o Figueirense que tomava a iniciativa na partida. A partir de então, o Avaí passou a sair para o ataque, mas levar grande perigo à defesa adversária. A primeira finalização do duelo veio só aos 17, quando Betinho tentou de longe, mas o goleiro Aranha ficou com a bola. Na sequência o time da casa levou perigo com André Luis, que finalizou para novamente o goleiro avaiano fazer a defesa, dessa vez em dois tempos.

Aos 26, foi a vez do Avaí arriscar. Alemão finalizou de fora área, mas o goleiro Denis ficou com a bola. Logo no minuto seguinte, o time da casa fez uma bola jogada. Betinho deu chapéu em Rômulo e deixou para João Paulo fazer o cruzamento. Ele encontrou Ferrareis, que mandou um voleio à direita do gol.

Passados os 30 minutos, a partida equilibrou, com jogadas de ataque para os dois lados. Aos 31, João Paulo escorou para Ferrareis, que quase marcou, mas Betão apareceu para salvar em cima da linha. Aos 43’, o Avaí cruzou na área e a defesa do Figueirense afastou mal, deixando a bola para Rômulo bater de canhota, mas Denis salvou sua equipe de tomar o gol.

Na segunda etapa foi o Avaí que voltou melhor e começou levando perigo. Aos 4 minutos, em jogada de contra-ataque, Renato avançou com a bola e finalizou para a defesa de Denis. No rebote, Rodrigão mandou para fora. A primeira finalização o Figueirense na etapa foi aos 16. Maikon Leite pegou de canhota da entrada da área, mas sem muita força, facilitando a defesa de Aranha.

Aos 18 minutos a equipe visitante abriu o placar. Rodrigão tentou de cabeça, mas Denis fez a defesa, na sobra Renato bateu em cima da zaga, e a bola sobrou novamente para Rodrigão, em posição irregular, mandar para o fundo do gol.

Em desvantagem, o Figueirense passou a trabalhar em busca do empate. A equipe trocava passes, mas tinha dificuldade para ir ao ataque. Já o Avaí aproveitava as oportunidades de ataque para buscar o segundo gol. Nenhuma das equipes teve sucesso nas tentativas, o que deu ao Leão da Ilha a vitória no duelo: 1 a 0.

Sem somar pontos no jogo, o Figueirense permaneceu com nove, na 6ª posição. Na próxima rodada a equipe enfrenta o Fortaleza, em casa, às 21h30 da sexta-feira (18). O Avaí chegou aos oito pontos ganhos e ficou na 8ª colocação. Na terça-feira (15), a equipe enfrenta o CRB, no estádio Rei Pelé, às 19h15.