Com torcida única, Atlético-PR e Cruzeiro começam a decidir vaga na Copa do Brasil
Fotos: Geraldo Bubniak / Light Press / Cruzeiro

Com torcida única, Atlético-PR e Cruzeiro começam a decidir vaga na Copa do Brasil

MP do Paraná propôs e Justiça vai testar nesta quarta-feira (16) a proibição de torcedores visitantes, apesar de protestos do time mineiro; Furacão não vence há quase um mês, enquanto Raposa não perdeu, nem sofreu gols nos últimos cinco jogos da temporada

bruno-da-silva
Bruno da Silva
Atlético-PRSantos; Zé Ivaldo, Pavez, Thiago Heleno; Matheus Rossetto, Camacho, Lucho González, Thiago Carleto; Matheus Anjos, Pablo, Bérgson. Técnico: Fernando Diniz
CruzeiroFábio; Lucas Romero, Dedé, Léo, Egídio; Lucas Silva, Henrique; Rafinha, Robinho, de Arrascaeta; Sassá. Técnico: Mano Menezes
ÁRBITROPericles Bassols Pegado Cortez, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite, todos de PE
INCIDENCIASPartida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil 2018, na Arena da Baixada, em Curitiba, PR; a partida começa às 21h45

Com ânimos diferentes, Atlético-PR e Cruzeiro começam a decidir uma das vagas às quartas-de-final da Copa do Brasil. Enquanto outros confrontos já estão definidos, paranaenses e mineiros ainda farão a partida de ida nesta quarta-feira (16), às 21h45, na Arena da Baixada.

Na história, foram 59 confrontos entre as equipes, com 24 vitórias do Cruzeiro, 16 do Atlético-PR e 18 empates. O último confronto foi pelo Brasileiro 2017, em cinco de novembro, e a Raposa venceu por 1 a 0, com gol de Arrascaeta.

Partida terá 'teste' para implementação de torcida única em Curitiba

A grande polêmica para a partida foi a decisão do MP do Paraná de fazer um teste para a implementação da torcida única em todos as partidas de futebol em Curitiba. A ideia é que não haja venda de ingressos para torcedores visitantes em nenhuma partida na cidade, o que será testado para o jogo desta quarta-feira (16). A justificativa é diminuir a violência e o número de policiais utilizados nestes eventos.

O Cruzeiro tentou reverter esta situação baseado no Estatuto do Torcedor, mas o pedido foi negado pela Justiça. Ao portal Globoesporte.com, o vice-presidente jurídico do Cruzeiro, Fabiano de Oliveira Costa, qualificou a decisão como 'um retrocesso e um momento lamentável para o futebol brasileiro'.

Diniz destaca evolução apesar da falta de bons resultados

O Atlético-PR viveu momentos de grande futebol e resultados, mas vem de uma sequência complicada no ano. O Furacão vem de seis partidas sem vitórias - apesar de o empate com o São Paulo e a derrota para o Newell's tenham sido jogos de classificação em competições - e perdeu as últimas três. Se não vencer o Cruzeiro completará um mês sem vitórias. No domingo (13), perdeu em casa para outro mineiro, o Atlético, por 2 a 1.

Diferente do seu rival desta quarta-feira (16), o Atlético-PR já jogou quatro fases da Copa do Brasil. Eliminou Caxias (0 a 0), Atlético Tubarão (5 a 4), Ceará (1 a 1; 0 a 0) e São Paulo (2 a 1; 2 a 2). São duas vitórias e quatro empates na campanha até agora.

Apesar da sequência ruim, o técnico Fernando Diniz acredita que o time vem criando chances e está em evolução, portanto espera corrigir alguns problemas para voltar a vencer.

"A equipe tem produzido bastante, principalmente no jogo contra o Atlético-MG. O que temos que corrigir é esse desequilíbrio, para nos mantermos de uma maneira coesa do início ao final da partida. Os momentos ruins também são bons, servem como crescimento. Esperava que a equipe fosse oscilar em algum momento. Mas o time está produzindo coisas boas. A nossa equipe não está parada, está em um processo de evolução", analisou.

Por conta das chances criadas, Diniz confia que o CAP pode voltar a vencer (Foto: Miguel Locatelli/Atlético-PR)
Por conta das chances criadas, Diniz confia que o CAP pode voltar a vencer (Foto: Miguel Locatelli/Atlético-PR)

Em relação ao último jogo, Diniz terá os retornos de Thiago Heleno, Lucho González e Matheus Rossetto ao time titular. Em compensação, o lateral-direito Jonathan e o atacante Nikão não treinaram nesta terça-feira (15), e provavelmente ficarão fora do jogo. Desfalques certos são o zagueiro Paulo André, com uma contusão nas costas, e o meia Guilherme, suspenso.

Cruzeiro quer aproveitar bom momento e desconfiança do rival

Depois de alguns momentos de instabilidade, o Cruzeiro embalou uma grande sequência na temporada. São cinco partidas sem derrota na temporada - 4v, 1e -, com 14 gols marcados e nenhum sofrido nessa sequência. No último domingo (13), a Raposa derrotou o Sport por 2 a 0, em casa, pela quinta rodada do Brasileiro.

Atual campeão e maior vencedor da competição, com cinco títulos, o Cruzeiro já está acostumado com o estilo da Copa do Brasil. Apesar de o confronto com o Atlético-PR ser a estreia do time na atual edição, o meia Lucas Silva acredita na experiência do elenco para enfrentar um adversário complicado.

"Conhecemos bem a Copa do Brasil, que tem sempre jogos decisivos, nos quais a gente não pode vacilar. O Atlético-PR é um time técnico, parecido com o nosso, mas queremos ir lá e buscar um bom resultado. No ano passado construímos belos resultados. Eles estão vindo de derrotas, fica uma certa desconfiança. Mas também pode gerar o fechamento de grupo. Mas vejo o Cruzeiro forte, conquistando bons resultados em casa e também jogando bem fora", disse.

Lucas Silva tem confiança na qualidade do Cruzeiro para buscar a vaga (Foto: Vinícius Silva/Light Press/Cruzeiro EC)
Lucas Silva tem confiança na qualidade do Cruzeiro para buscar a vaga (Foto: Vinícius Silva/Light Press/Cruzeiro EC)

Além dos atacantes Fred e David, desfalques de longa data, o técnico Mano Menezes não poderá contar com o lateral-direito Edilson, com uma lesão no pé esquerdo, e com Thiago Neves, que sentiu dores na panturrilha e não viajou ao Paraná. Assim, Romero e Robinho devem ocupar as vagas no time titular mais uma vez.

VAVEL Logo

Atlético PR Notícias

há 4 dias
há 5 dias
há 4 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 11 dias
há 11 dias
há 12 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 15 dias