Palmeiras vence Junior Barranquilla e termina fase de grupos invicto
Palmeiras se classifica como o melhor da primeira fase (Foto: Divulgação/SE Palmeiras)

Palmeiras vence Junior Barranquilla e termina fase de grupos invicto

Hat-trick de Miguel Borja garantiu ao Palmeiras o primeiro lugar na classificação geral na Libertadores

vv_cunha
Victor Cunha

Na última quarta-feira (16), o Palmeiras recebeu, no Allianz Parque, o Junior Barranquilla, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Com dois tempos antagônicos, o Alviverde Paulista venceu o jogo por 3 a 1, com três gols de Borja. É a primeira vez que o atacante colombiano fez três gols no mesmo jogo com a camisa palmeirense. O Junior descontou com Téo Gutiérrez.

Com a vitória, o Palmeiras se classificou com 16 pontos e com a melhor campanha da Libertadores. O time termina a fase de grupos de maneira invicta, com cinco vitórias e um empate.

O Junior precisava de uma vitória simples para passar de fase. Com a derrota e a vitória do Boca Juniors contra o Alianza Lima, por 5 a 0, o time de Barranquilla ficou em terceiro lugar no grupo e vai para a Copa Sul-Americana.

Primeiro tempo sonolento e de Fernando Prass

O Palmeiras teve um primeiro tempo apagado e tomando sustos. Logo no começo, com nove minutos, Téo Gutiérrez perdeu um gol cara a cara com Prass, onde bateu fraquinho, sem dificuldades para o goleiro. Mas isso já servia para mostrar como seria a primeira etapa do jogo.

O Palmeiras até chegou com perigo duas vezes. Aos 14, Mayke foi na linha de fundo, cruzou para trás e viu Dudu bater pra fora. Após isso, aos 28 minutos, Borja e Guerra fizeram boa troca de passes, que terminou com Borja finalizando prensado na defesa adversária e vendo a bola ir por cima do gol.

Perto do final do primeiro tempo, Fernando Prass apareceu mais no jogo. Aos 39 e aos 40 minutos, o Junior Barranquilla mostrou que queria a vitória e a classificação. Mas em ambas as chances perigosíssimas, o time colombiano parou nas grandes defesas de Prass, que ia marcando seu nome na partida.

O artilheiro surgiu e Prass aparece mais uma vez

Logo no começo do segundo tempo, Tchê Tchê acertou um chute de longe no travessão. Isso mostrou que o Palmeiras seria diferente para o segundo tempo. Aos 6 minutos, Borja apareceu para o jogo com seu primeiro gol. Mayke cruzou e na confusão na área a bola sobrou para o atacante estufar as redes e abrir o placar do jogo para o time da casa.

Aos 10 minutos, o juiz deu pênalti de Luan em Téo Gutiérrez. Barreira cobrou o pênalti, mas Prass mostrou ser um personagem importante da partida. Com a defesa segura no canto esquerdo, o capitão palmeirense da noite impediu o time de sofrer o empate. Não muito tempo depois, Borja marcou seu segundo gol. Aos 14 minutos, Willian dominou bonito um chutão de Prass, tocou para Borja que, com calma, deu uma cavadinha para encobrir o goleiro adversário que já estava no chão.

Aos 22, Chará invadiu a área, cruzou rasteiro para o impedido Téo Gutiérrez marcar o solitário gol do Junior Barranquilla. Porém, apenas 2 minutos depois, Borja se sagrou como o principal personagem da partida. Uma bola levantada na área foi devolvida para meio por Thiago Santos, e Borja só teve o trabalho de empurrar para as redes e fechar o placar.

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado, às 21h, contra o Bahia, no Allianz Parque.

VAVEL Logo
CHAT