Sasha rechaça influência negativa de revés na Copa do Brasil para clássico: "Vamos confiantes"

Camisa 27 entrou no segundo tempo do jogo e teve uma atuação discreta na derrota do Santos por 2 a 1 contra Luverdense

Sasha rechaça influência negativa de revés na Copa do Brasil para clássico: "Vamos confiantes"
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com um time quase todo reserva, o Santos foi derrotado na noite desta quinta-feira (17), para o Luverdense por 2 a 1, no estádio Passo das Emas, em jogo válidos pela ida da Copa do Brasil. Apesar do revés o Peixe se juntou a Corinthians, Chapecoense, Flamengo e Grêmio nas quartas de final da competição. O placar agregado ficou 6 a 3 para o Alvinegro Praiano.

Para o atacante Eduardo Sasha, a derrota não desmotiva o Santos para o clássico diante do São Paulo, no próximo domingo (20), no Morumbi, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

"É sempre ruim perder, independentemente dos titulares ou reservas. Não queríamos esse resultado, mas aconteceu. Agora é descansar para o clássico. Não é bom perder. Todo mundo quer a vitória, mas hoje as coisas não aconteceram. Mesmo assim, vamos confiantes para o clássico contra o São Paulo", disse Sasha em entrevista ao canal Fox Sports

Com o revés, o Santos perdeu pela décima vez na temporada. Apesar do momento instável e a derrota para um time de menor expressão, Sasha não acredita que o Santos vá pressionado para o clássico. "Não acho que com a derrota tenha sido criado uma pressão, as coisas simplesmente não aconteceram. Com certeza, a confiança a segue em alta", destacou o atacante

O camisa 27 entrou apenas no decorrer do segundo tempo e foi bem discreto. Sasha, assim como David Braz, Victor Ferraz, Gabigol, Rodrygo, Dodô e Alison retornarão ao fim titular no clássico Sansão. Por conta do desgaste com a viagem, o técnico Jair Ventura resolveu colocar apenas o goleiro Vanderlei e Jean Mota entre os 11 titulares diante do Luverdense. 

Eduardo Sasha não marca a sete partidas, mas virou o maior garçom do Peixe na temporada, com cinco assistências. Ao lado de Rodrygo, o camisa 27 é o vice-artilheiro, com seis gols, Gabigol é o artilheiro do Santos, com oito gols.