Breno destaca importância de vencer o “Clássico dos milhões”
Foto: Paulo Fernandes / Vasco

Breno destaca importância de vencer o “Clássico dos milhões”

Breno destaca importância de vencer o “Clássico dos milhões”

Araujo_Luis
Luis Araujo

Em mais um capítulo do “Clássico dos milhões”, um provável personagem da partida, pode escrever o enredo de mais um Vasco e Flamengo, que duelam no próximo sábado (19), às 19 horas, no Maracanã. Breno, zagueiro que se recuperava de lesão, está à disposição do técnico Zé Ricardo para a partida.

Na parte da manhã, o treinador promoveu uma atividade tática com os jogadores, para traçar o “caminho das pedras” no confronto com o Rubro-negro. O jogador já confirmou que foi escalado entre os titulares, destacando a importância e o equilíbrio de um clássico, como esse, para a temporada do Gigante da Colina, para as outras competições em que o cruzmaltino disputa.

"É bom encarar um jogo dessa importância num momento como esse, que precisamos de uma vitória. O Flamengo ganhou ontem, mas também perderam o último jogo pelo Brasileiro. Clássico não tem favorito, cada equipe tem 50% de chances de vencer. Tivemos uma semana inteira para trabalhar e acredito que estamos preparados para buscar o resultado positivo. Uma vitória será importante também para aumentar nossa moral para o jogo contra a La U, que vale uma vaga para a Copa Sul-Americana", afirmou o dono da camisa quatro.

No último jogo do Vasco da Gama, contra o Vitória na derrota por 3 a 2, em São Januário, Breno voltou aos gramados. O retorno foi comemorado com emoção pelo atleta, que confessou durante uma conversa com os jornalistas, que o rendimento da defesa ainda não é os dos mais esperados.

Experiente, o defensor lembrou que o crescimento não vem da noite pro dia. É necessário do trabalho a longo prazo para obter resultado positivo, fato que ocorreu no ano passado.

"A defesa também vinha sendo criticada no ano passado pelo rendimento. Estávamos encontrando dificuldade lá atrás, mas com muito trabalho diário e dedicação nos treinamentos, conseguimos encaixar uma estratégia e passamos a sofrer menos gols. Tiveram jogos que passamos em branco. O segredo para mudar é o trabalho e tempo. As coisas não vão se ajustar de uma hora para outra. A culpa dos gols sofridos não é apenas dos defensores, mas sim de todos que estão em campo", declarou Breno.

VAVEL Logo