Pressionado por vitória, Internacional recebe animada Chapecoense no Beira-Rio

Colorado empilha resultados negativos e necessita dos três pontos; Chape chega embalada pela vitória contra o Flamengo e a classificação na Copa do Brasil

Pressionado por vitória, Internacional recebe animada Chapecoense no Beira-Rio
(Foto: Ricardo Duarte/Internacional)
Internacional
Chapecoense
Internacional: Danilo Fernandes; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, William Pottker, D'Alessandro e Patrick; Leandro Damião.
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Canteros; Guilherme, Welington Paulista e Arthur.
ÁRBITRO: Flávio Rodrigues de Souza (SP-CBF).
INCIDENCIAS: Partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, disputada no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Internacional e Chapecoense tem confronto marcado nesta segunda-feira (21), às 20h, no Beira-Rio. O jogo marcará o fim da sexta rodada do Campeonato Brasileiro, já que toda a rodada, exceto esse jogo, aconteceu no fim de semana. 

O Inter habita a zona do rebaixamento, sendo o décimo sétimo (17º) colocado no momento. Se perder, seguirá na colocação desconfortável na tabela, vencendo passará a figurar entre os dez primeiros. Já a Chape está na décima quinta (15ª) posição, e em caso de vitória pode ir ao oitavo lugar (8º). Perdendo, ficará apenas uma colocação acima do Z-4. 

Com reforços, Internacional busca recuperação no campeonato

É vencer ou vencer. Esse é o lema da equipe gaúcha para a rodada do Campeonato Brasileiro. Há cinco partidas sem vencer, o Internacional vê no duelo com o time catarinense, em casa, uma esperança de se levantar na competição. 

Odair Hellmann contará com o reforço de Edenílson. O volante se recuperou de lesão no ligamento do joelho esquerdo, que aconteceu no empate por 0 a 0 com o Cruzeiro. O jogador deve ser titular na partida. 

Edenílson se colocou à disposição, pediu para jogar, destacou a importância de voltar a vencer e conta com um resultado positivo para amenizar a crise que ronda o Beira-Rio. 

“Eu estou à disposição. A gente conversou com o departamento médico, também. Pedi para ficar à disposição. No campeonato de pontos corridos, tem que encarar cada jogo como uma final. A gente sabe que a gente está sem vencer. São muito importantes os três pontos. Independente da posição que esteja, é um campeonato longo. Está no começo. A gente fica incomodado de estar nessa situação e vem trabalhando para melhorar. Tenho certeza que vamos conseguir um grande resultado”, afirmou. 

Outros dois jogadores que eram dúvida, vão para o jogo. William Pottker e D’Alessandro haviam sido indiciados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por incidentes no jogo contra o Flamengo, no Maracanã. Após deferimento do efeito suspensivo na última sexta-feira (18), os jogadores estão liberados para atuar. 

Chapecoense almeja ampliar boa sequência de resultados na temporada 

Animação é o melhor adjetivo para descrever a Chapecoense no atual momento da temporada. Vindo de vitória contra o Flamengo e de uma classificação histórica na Copa do Brasil, que coloca o clube pela primeira vez na história nas quartas de final, o Verdão do Oeste quer dar sequência à boa fase. 

Para Gilson Kleina, técnico do Índio Condá, não pode haver ansiedade. Há de se ter alta concentração, organização e equilíbrio para manter o retrospecto de cinco jogos sem perder para o Colorado. 

“Sempre falo que a atitude da nossa equipe tem que ser mantida. Manter o nível de concentração alto. O Inter também está tentando se encontrar no campeonato, embora venha com o resultado do Gre-Nal e sabemos que o Grêmio é um futebol acima da média. É uma equipe comprometida com o resultado, soube suportar a pressão do Grêmio. Não podemos criar uma ansiedade lá dentro. Temos que ter organização e equilíbrio”, pontuou.