Faltou pontaria! Santos empata sem gols com Real Garcilaso e termina na liderança do grupo

Apesar de ter dominado o jogo, o Santos não conseguiu balançar a rede e só ficou no empate com Real Garcilaso

Faltou pontaria! Santos empata sem gols com Real Garcilaso e termina na liderança do grupo
Foto:Divulgação/Conmebol Libertadores
Santos
0 0
Real Garcilaso
Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Piruca (Copete), Jean Mota (Renato) e Vitor Bueno (Yuri Alberto); Gabigol, Rodrygo e Eduardo Sasha. Técnico: Jair Ventura
Real Garcilaso: Morales; Arismedi, Dulanto, Lojas e Cóssio; Kontogiannis, Tragodara (Mendoza), Archimbaud, Raiva (Pérez) e Landaurini (Santillán); Cidades. Técnico: Tabaré Silva
ÁRBITRO: Alexis Herrera (VEN) Assistentes: Luiz Murilo e Jorge Urrego (VEN).
INCIDENCIAS: Sexta rodada da fase de grupos da Libertadores 2018 Localidades: Vila Belmiro, em Santos-SP Data: 24 de maio de 2018 (quinta-feira) Horário: 19h15 (de Brasília) Público e Renda: 5.016 / R$119.075, 00

Na noite desta quinta-feira (24), o Santos recebeu o Real Garcilaso, na Vila Belmiro, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores, e por mais que o Peixe tenha dominado a partida, não conseguiu sair do 0 a 0. Mesmo com o empate, a equipe comandada pelo técnico Jair Ventura chegou aos 10 pontos e se classificou as oitavas de final da competição na liderança do grupo 6, já que o Nacional, que era o único que podia ultrapassar o Alvinegro Praiano, acabou sendo derrotado pelo Estudiantes por 3 a 1. A equipe Argentina também se classificou em segundo lugar, com oito pontos. 

O Santos dominou o Real Garcilaso desde os primeiros 45 minutos, mas não conseguia criar chances claras de gol. A primeira chance veio aos 16 minutos, mais o atacante Rodrigo, frente a frente com o goleiro Morales, pegou mal na bola e acabou perdendo. Aos 25, Gabigol recebeu pelo meio e bateu de canhota, Morales defendeu com tranquilidade. 

Aos 32 minutos, Gabigol girou o corpo e pegou de primeira, e com estilo mandou por cima da meta defendida por Morales. No lance seguinte, Vitor Bueno achou Eduardo Sasha em profundidade na direita, no cruzamento, Rodrygo completou e quase abre o placar na Vila Belmiro. Aos 37, Sasha mandou uma pancada e o goleiro Morales espalmou. Vitor Bueno livre, não conseguiu ângulo para marcar. O Peixe seguiu pressionando e continuou rodando a bola para superar a forte marcação do adversário.  

O Santos voltou do intervalo em busca do resultado, para ganhar um alívio após os mais resultados. E aos 11 minutos, Jean Mota chutou, a zaga afastou, e a bola sobrou para David Braz finalizar com força, mas a bola passou rente a trave. No lance seguinte Yuri Alberto, pela esquerda mandou na área e o camisa 10, de primeira mandou para as arquibancadas do estádio. 

Aos 34 minutos, o Real Garcilaso deu espaço. Jean Mota arriscou de direita, mas Morales caiu no canto para espalmar. 

O último lance de perigo do jogo aconteceu nos acréscimos. Aos 46 minutos, Rodrygo limpou a jogada e mandou um chute colocado para a defesa de Morales. E o empate prevaleceu na Vila Belmiro. 

O próximo compromisso do Santos é neste domingo (27), diante do Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro Série A. O Peixe, com seis pontos, ocupa à 15° posição na tabela.