Guarani cumpre dever de casa e empurra CRB para zona de rebaixamento
Divulgação/Guarani

Guarani cumpre dever de casa e empurra CRB para zona de rebaixamento

Bugre marcou um gol em cada tempo e segue em ascensão na Série B; Galo sofre mais uma derrota e volta a estar entre os quatro últimos

tainanmelo
Taynã Melo
GuaraniBruno Brígido; Lenon, Philipe Maia, Edson Silva e Pará (Marcílio, min. 85); Baraka, Ricardinho, Rondinelly e Guilherme (Erik, min. 86); Rafael Longuine (Kauê, min. 73) e Anselmo Ramon. Técnico: Umberto Louzer.
CRBJoão Carlos; Diogo Mateus, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego Corrêa; Feijão e Tinga; Edson Ratinho (Alípio, min. 46), Diego Rosa (Mazola, min. 74) e Willians Santana (Leílson, min. 64); Neto Baiano. Técnico: Júnior Rocha.
Placar1-0, Ricardinho, min. 39. 2-0, Rondinelly, min. 63.
ÁRBITROEmerson de Almeida Ferreira (MG), auxiliado por Márcio Eustáquio Sousa Santiago (MG) e Celso Luiz da Silva (MG) | Cartões amarelos: Willians Santana (CRB, min. 22), Diego Corrêa (CRB, min. 59), Anderson Conceição (CRB, min. 70), Flávio Boaventura (CRB, min. 86 e min. 91) | Cartão vermelho: Flávio Boaventura (CRB, min. 91)
INCIDENCIASPartida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2018, disputada no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas/SP

O Guarani se viu determinado a buscar três pontos em casa para manter uma boa sequência de resultados e deixar a parte de baixo da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite deste sábado (26), o Bugre enfrentou o CRB, pela sétima rodada da competição nacional. O jogo foi disputado no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas/SP, e o time campineiro fez valer o mando de campo ao vencer por 2 a 0, com gols marcados por Ricardinho e Rondinelly, um em cada tempo.

Mandante de jogo, o Guarani adotou uma postura mais ofensiva desde o primeiro rolar da bola. O meio de campo trabalhava bem a bola no campo de ataque e encurralava o adversário no setor defensivo. Rondinelly, Guilherme, Anselmo Ramon e Rafael Longuine eram os principais responsáveis pelos lances de perigo bugrinos. Em duas boas oportunidades, o goleiro João Carlos defendeu. O CRB chegou ao ataque apenas aos 14 minutos, mas Bruno Brígido não precisou se esforçar em demasia.

Os campineiros trocavam passes curtos pelo meio de campo, o que impedia maior avanço. As chances eram diminutas. Primeiro, Lenon avançou pela direita e cruzou para Rondinelly, que testou sem perigo. Depois, foi a vez de Rondinelly alçar bola na área em cobrança de escanteio e Philipe Maia desviou de cabeça. Mas foi os chutes de fora da área que deram maior tranquilidade ao Guarani. Aos 39 minutos, Ricardinho dominou na intermediária e chutou forte, no ângulo, sem chances de defesa para o goleiro João Carlos.

Divulgação/Guarani

O segundo tempo começou bem movimentado e aberto entre as duas equipes. O CRB chegou em forte cabeçada de Feijão, que, por pouco, não empatou. A resposta do Guarani foi no mesmo nível de perigo. Guilherme roubou a bola no meio de campo, avançou e chutou forte. A bola acertou em cheio o travessão. Pouco tempo depois, Rafael Longuine cobrou escanteio e Anselmo Ramon chutou rasteiro para defesa de João Carlos. Logo em seguida, Guilherme bateu de primeira e o goleiro alvirrubro espalmou. Os visitantes voltaram a atacar com Diego Corrêa. O lateral-esquerdo arriscou de longe e assustou a defesa campineira.

Aos 16 minutos, aconteceu o lance que definiu o resultado da partida. Anselmo Ramon levantou bola na área e a arbitragem marcou penalidade máxima ao alegar que o lateral-direito Diogo Mateus derrubou Rafael Longuine. Na cobrança, Rondinelly bateu com força. O goleiro João Carlos acertou o canto, mas não conseguiu fazer a defesa e evitar o segundo gol do Guarani.

O confronto diminuiu de intensidade com o passar do tempo. O resultado da partida, o desgaste físico e as alterações feitas pelos dois treinadores reduziu o andamento do jogo. Nos acréscimos, o zagueiro Flávio Boaventura foi expulso por cometer duas faltas duras em Anselmo Ramon e deixou o Galo com um jogador a menos.

Divulgação/Guarani

Com o resultado, o Guarani sobe duas posições e atinge o décimo lugar, com 10 pontos, e acumulou o terceiro resultado positivo. Por outro lado, o CRB segue com baixo aproveitamento e voltou a estar na zona de rebaixamento. A equipe alagoana permanece com oito pontos e despencou ao 17º lugar.

As equipes voltam a entrar em campo no fim da próxima semana. O Bugre enfrenta o Juventude no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul/RS, às 19h15 da sexta-feira (1º). Por sua vez, o CRB recebe o Brasil de Pelotas às 16h30 do sábado (2), no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL.

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há 6 horas
há 6 horas
há 6 horas
há 6 horas
há 12 horas
há 18 horas
há 18 horas
há 15 horas
há 18 horas
há um dia
há um dia