Mesmo após vaias por empate, Valentim elogia torcida do Botafogo: "Precisamos deles"

Alvinegro manteve a invencibilidade como mandante, mas só somou nove pontos em 21 disputados pelo Brasileirão; neste domingo (27), ficou no 1 a 1 com Vitória

Mesmo após vaias por empate, Valentim elogia torcida do Botafogo: "Precisamos deles"
Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

O Botafogo manteve a invencibilidade em casa, mas não agradou aos pouco menos de seis mil presentes no Estádio Nilton Santos nesse domingo (27). O time empatou 1 a 1 com o Vitória, com gols de Kieza e Denilson, e deixou o campo vaiado. Em resposta, o técnico alvinegro aplaudiu sua torcida. Alberto Valentim comentou a decisão.

"Vaias são normais. Saí de campo e bati palma agradecendo aos poucos torcedores que vieram mesmo com todo esse problema no país. O torcedor precisa estar do nosso lado, agradeci porque precisamos deles. Não foi irônico."

Ao falar sobre a postura do Botafogo, Valentim afirmou que tentou um desenho tático diferente, sem deixar dois jogadores abertos e projetando um camisa 10. Numa análise geral, o técnico exigiu melhoras na equipe para a sequência do campeonato e cobrou equilíbrio em campo.

“Tivemos um primeiro tempo ruim, um time lento na posse e sem furar a linha do Vitória. No segundo, melhoramos um pouco, fizemos algumas bolas longas, mas também não foi tudo o que poderíamos fazer. A gente precisa criar mais oportunidades, caprichar nas chances que aparecem e ter mais equilíbrio", avaliou.

Sobre o atacante Rodrigo Aguirre, grande contratação da temporada, o comandante lembrou que o uruguaio estava há cinco meses sem jogar e vai, aos poucos, ganhando minutos para se condicionar melhor. 

O Alvinegro perdeu uma posição e é o 12º na tabela do Campeonato Brasileiro, com 9 pontos. Na próxima quarta-feira (30), visita o São Paulo, nono colocado.

“Essa partida (contra o São Paulo) será muito difícil e temos que nos preparar bem. Para se fazer um campeonato tranquilo é preciso vencer fora. Vamos estudar o São Paulo e ver com o departamento médico como estão os jogadores", explicou.