Diego Pituca acredita em retorno de ofensividade no Santos: "Uma hora a bola vai entrar"

Meio-campista concedeu entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (29), no CT Rei Pelé

Diego Pituca acredita em retorno de ofensividade no Santos: "Uma hora a bola vai entrar"
Foto: Divulgação/Santos FC

Titular na equipe do Santos, o meio-campista Diego Pituca reconhece que a partida desta quinta-feira (31), diante do Atlético-PR, às 21h, na Arena da Baixada, em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro Série A, é uma decisão para as duas equipes. O Peixe ocupa a 16ª posição, com seis pontos, já o Furacão vem logo atrás, na 17ª posição, também com seis pontos. 

Mesmo o trabalho do técnico Jair Ventura está cada vez mais pressionado, o meia acredita, que por jogar em casa, o Atlético PR está mais pressionado. 

"Acho que jogando em casa, o Atlético joga um pouco mais pressionado, mas não podemos esperar muito. Temos que continuar com posse de bola, continuar jogando para cima e aproveitar as oportunidades", disse Pituca.

O Peixe não marca há três jogos, e segue com dificuldades para recuperar o DNA ofensivo. Mesmo vendo a equipe paranaense com obrigação de atacar,  Pituca quer o Santos assustando o adversário, na Arena da Baixada. 

"É esperar o Santos sempre para cima, este é o DNA do Santos, de um jeito alegre de jogar. Faz três jogos que não marcamos, estamos superiores a alguns times, mas a bola tem que entrar. A gente está criando boas oportunidades, mas a bola não está entrando. Temos que ficar mais tranquilos quando estiver perto do gol. Nós conversamos e sabemos que o momento não é bom, mas creio que na quinta-feira tudo vai mudar", complementou o meia. 

O Santos tem mais um treino no CT Rei Pelé antes da viagem a Curitiba, na tarde desta quarta-feira (30). O Peixe deve ir a campo com: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca, Renato e Jean Mota; Gabriel Barbosa, Eduardo Sasha e Rodrygo.