CSA suporta domínio do Vila Nova, constrói vitória simples e continua na vice-liderança

Michel Douglas mais uma vez foi decisivo e garantiu o triunfo azulino; Tigre acumula quatro jogos sem vencer na Série B

CSA suporta domínio do Vila Nova, constrói vitória simples e continua na vice-liderança
Douglas Monteiro/Vila Nova
Vila Nova
0 1
CSA
Vila Nova: Mateus Pasinato; Maguinho, Naylhor, Diego Giaretta e Anderson Luís (Hélder, min. 66); Geovane, Wellington Reis e Alan Mineiro; Mateus Anderson, Ramon (Vinícius Leite, min. 69) e Reis (Felipe Silva, min. 61). Técnico: Hemerson Maria.
CSA: Alexandre Cajuru; Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Yuri e Ferrugem (Dawhan, min. 62); Didira, Daniel Costa (Boquita, min. 67) e Hugo Cabral; Michel Douglas (Roger, min. 79). Técnico: Marcelo Cabo.
Placar: 0-1, Michel Douglas, min. 54.
ÁRBITRO: Wanderson Alves de Sousa (MG), auxiliado por Sidmar dos Santos Meurer (MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG) | Cartões amarelos: Ferrugem (CSA, min. 44), Geovane (VN, min. 56), Yuri (CSA, min. 58) e Celsinho (CSA, min. 80).
INCIDENCIAS: Partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2018, disputado no Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO

Uma característica marcante do CSA na atual edição do Campeonato Brasileiro da Série B é o alto aproveitamento de finalizações que resultam em gol em relação às oportunidades criadas. Em alguns jogos, o time não atuou bem, mas a eficiência resultou em bons resultados. Esse panorama foi repetido na noite desta sexta-feira (2).

Em jogo disputado no Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO, e válido pela oitava rodada da competição nacional, os azulinos suportaram intensa pressão do Vila Nova e venceram por 1 a 0. Novamente, a importância de Michel Douglas interferiu positivamente no clube alagoano. Ao marcar mais um gol, o quinto no Brasileirão, o atacante alcançou a segunda posição na lista dos maiores goleadores do torneio.

Douglas Monteiro/Vila Nova

As duas equipes perderam na rodada anterior. Porém, como o Vila Nova atuava em casa, os goianos partiram para o ataque para usar o mando de campo em seu favor. Ciente dessa estratégia, o CSA fortaleceu a marcação em seu campo defensivo para neutralizar as investidas adversárias. A primeira boa chegada ao ataque foi com os azulinos em chute de Ferrugem, que assustou.

Mas o time rubro foi mais perigoso e chegou muito perto da vantagem em três oportunidades. Na primeira, Reis roubou a bola, avançou e arriscou. O goleiro Alexandre Cajuru defendeu em dois tempos. Logo em seguida, Maguinho fez boa jogada e cruzou para Ramon. O atacante bateu de primeira e mandou por cima. Na terceira chance, Alan Mineiro cobrou falta, Michel Douglas desviou e Alexandre Cajuru fez excelente defesa para evitar gol contra.

No segundo tempo, o panorama continuou. O Vila Nova tinha maior posse de bola, controlava o jogo em seu campo ofensivo e exigia boa atuação do goleiro Alexandre Cajuru. Porém, em um momento de falha na zaga, o CSA foi fatal. Aos nove minutos, Yuri lançou no meio de campo, Naylhor deixou a bola passar e Michel Douglas avançou sozinho para completar na saída de Mateus Pasinato e abrir o placar.

Completamente à base do tudo ou nada, o técnico Hemerson Maria promoveu modificações para dar mais velocidade e aumentar o domínio para, ao menos, buscar o empate. Não faltaram arremates à meta de Alexandre Cajuru. No primeiro deles após o gol sofrido, Felipe Silva teve duas chances. Parou no goleiro azulino na primeira e errou o alvo depois. Com o tempo, o reforço ainda maior da marcação alagoana e o desgaste dos atletas, as tentativas deixaram de ser perigosas, apesar do controle do jogo ser completamente rubro. Ainda assim, a ineficácia no ataque custou caro para o Vila Nova, que viu o CSA sair vencedor do confronto graças ao bom aproveitamento quando teve a bola nos pés.

Douglas Monteiro/Vila Nova

Com o resultado, o Azulão do Mutange garantiu mais uma rodada na segunda posição e, a depender do resultado entre Fortaleza x Sampaio Corrêa, pode ficar a um ponto do líder. Por outro lado, o Tigre acumula quatro jogos sem vencer, a terceira derrota consecutiva, e cai para a sétima posição, com 13 pontos. As equipes voltam a entrar em campo na próxima terça-feira (5). O CSA recebe o Guarani no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, às 20h30, enquanto o Vila Nova encara o Fortaleza às 21h30, mais uma vez no Serra Dourada.