Em jogo fraco, CRB empata com Brasil de Pelotas e segue na zona de rebaixamento

Na estreia de Cleiton Xavier, Xavantes saíram na frente, mas regatianos buscaram empate ainda no primeiro tempo

Em jogo fraco, CRB empata com Brasil de Pelotas e segue na zona de rebaixamento
Jonathan Silva/GE Brasil
CRB
1 1
Brasil de Pelotas
CRB: João Carlos; Edson Ratinho, Everton Sena, Anderson Conceição e Diego Corrêa; Lucas e Tinga; Cleiton Xavier (Leílson, min. 74), Diego Rosa (Mazola, min. 61) e Willians Santana (Bruno Paulo, min. 46); Neto Baiano. Técnico: Júnior Rocha.
Brasil de Pelotas: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dunas e Bruno Collaço (Kaio, min. 66); Leandro Leite e Itaqui; Toty, Calyson (Valdemir, min. 75) e Lourency; Luiz Eduardo. Técnico: Clemer.
Placar: 0-1, Lourency, min. 30. 1-1, Diego Rosa, min. 38.
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha (GO), auxiliado por Leone Carvalho Rocha (GO) e Edson Antônio de Sousa (GO) | Cartões amarelos: Lucas (CRB, min. 13), Rafael Vitor (BP, min. 31), Itaqui (BP, min. 44), Neto Baiano (CRB, min. 63), Toty (BP, min. 83)
INCIDENCIAS: Partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2018, disputada no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL

A vitória era uma meta importante para CRB e Brasil de Pelotas. As equipes se enfrentaram na tarde deste sábado (2), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, com o objetivo de deixar a parte inferior da tabela de classificação. O resultado era mais necessário para os alagoanos, por estarem na zona de rebaixamento. Mas as equipes empataram em 1 a 1. Lourency abriu o placar para o Xavante, mas Diego Rosa buscou o empate ainda no primeiro tempo.

O jogo começou equilibrado. As equipes tinham cautela na marcação e não conseguiam criar jogadas mais trabalhadas. A primeira chance veio com o CRB aos nove minutos, quando Cleiton Xavier alçou bola na área, a defesa tirou e Willians Santana emendou a sobra para fora. Aos poucos, a partida ficou parelha pela falta de intensidade. As equipes erravam muitos passes. Quando acertavam, não conseguiam dar sequência aos lances.

O Brasil de Pelotas aproveitou um vacilo para chegar com perigo e abrir o placar aos 30 minutos. Diego Rosa errou na saída de bola, Itaqui recuperou e Lourency chutou forte para deixar os gaúchos em vantagem. Mas o Galo logo respondeu à altura. Aos 38, Cleiton Xavier cruzou e Diego Rosa desviou para igualar o jogo.

Jonathan Silva/GE Brasil

No começo do segundo tempo, o Brasil de Pelotas teve uma boa oportunidade de ficar na frente do marcador mais uma vez. Itaqui cobrou escanteio, Éder Sciola cabeceou e o goleiro João Carlos interveio com espetacular defesa. A partida continuava pouco atrativa. O CRB partiu para buscar a vitória na metade final do segundo tempo com os jogadores mais experientes aliados aos atletas que entraram no decorrer da etapa complementar.

O estreante Cleiton Xavier quase deixou sua marca ao passar pela marcação e chutar rasteiro. A bola desviou na zaga e passou perto. Depois, em cobrança de falta perigosa, Neto Baiano cobrou, a defesa desviou de novo e quase veio a virada. No escanteio, o próprio centroavante regatiano testou e Marcelo Pitol defendeu de maneira providencial.

O resultado não agradou a ambos, mas os pelotenses podem se contentar minimamente por ter conquistado pontos longe de seus domínios. O Xavante cai para o 15º lugar, com nove pontos, enquanto o Galo permanece no 17º posto, com sete pontos, dentro da zona de rebaixamento. As equipes entram em campo na próxima terça-feira (5). Às 19h15, o CRB enfrenta o Coritiba no Estádio Couto Pereira. Por sua vez, o Brasil de Pelotas enfrenta o Oeste às 21h30 na Arena Barueri.