Sassá desencanta no Brasileiro, Cruzeiro vence Ceará e assume vice-liderança

Raposa conquista terceira vitória consecutiva e entra de vez na briga pelo título; Vozão segue sem vencer no retorno à elite nacional

Sassá desencanta no Brasileiro, Cruzeiro vence Ceará e assume vice-liderança
Bruno Haddad/Cruzeiro EC
Ceará
0 1
Cruzeiro
Ceará: Éverson; Patrick, Valdo, Rafael Pereira e Romário; Richardson, Fabinho, Ricardinho (Juninho Piauiense, min. 72) e Wescley (Éder Luís, min. 25); Arthur Cabral e Douglas Coutinho (Reina, min. 55). Técnico: Jorginho.
Cruzeiro: Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Lucas Romero e Lucas Silva, Bruno Silva (Mancuello, min. 46), Thiago Neves e Rafael Sóbis (Marcelo, min. 80); Sassá (Raniel, min. 66). Técnico: Mano Menezes.
Placar: 0-1, Sassá, min. 17.
ÁRBITRO: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ), auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ) | Cartões amarelos: Bruno Silva (CRU, min. 31), Arthur Cabral (CEA, min. 32), Sassá (CRU, min. 53), Rafael Sóbis (CRU, min. 65), Juninho Piauiense (CEA, min. 79), Lucas Silva (CRU, min. 86)
INCIDENCIAS: Partida válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2018, disputada na Arena Castelão, em Fortaleza/CE

O Cruzeiro entrou de vez na briga pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro da Série A. Em jogo realizado na noite deste domingo (3), na Arena Castelão, em Fortaleza/CE, o time celeste não levou em consideração o mando de campo do Ceará e superou a equipe alvinegra por 1 a 0, com gol de Sassá. Foi o primeiro tento assinalado pelo atacante no Brasileirão.

Bruno Haddad/Cruzeiro EC

O jogo começou com muita troca de passes no meio de campo, mas com alguma dificuldade para as finalizações aparecerem. Aos poucos, as equipes encontravam os espaços necessários para chegarem às áreas adversárias, principalmente o Cruzeiro, que aproveitava melhor momento na temporada e elenco mais qualificado para dominar o jogo. A primeira chance foi de bola parada. Thiago Neves cobrou falta e Éverson caiu para fazer a defesa. Em seguida, o camisa 30 bateu na entrada da área e o arqueiro cearense interveio novamente.

Com mais pressão, a Raposa chegou ao gol aos 17 minutos. Rafael Sóbis deu primoroso lançamento para Bruno Silva. O meia recebeu pela direita e cruzou na área. Sassá apareceu para completar e abrir o placar. O Ceará tentava uma resposta imediata, até como uma maneira para não destruir o já abatido estado psicológico da equipe. Mas chegava no meio de campo e não sabia o que fazer com a bola. Sem conseguir trabalhar, criar e desenvolver jogadas no setor ofensivo, o Cruzeiro cadenciava muito bem a partida e não sofria maiores dificuldades.

Bruno Haddad/Cruzeiro EC

A segunda etapa começou movimentada. O Ceará teve a primeira chance quando Arthur Cabral foi lançado, escorou de cabeça e Éder Luís testou para a defesa de Fábio. A resposta do Cruzeiro veio em seguida. Mancuello desarmou adversário na saída de bola, tabelou com Thiago Neves e finalizou na saída de Everson. O goleiro alvinegro levou a melhor.

Quando os donos da casa chegavam ao ataque, não exigia grandes intervenções de Fábio. Arthur Cabral tentou, mas o camisa 1 celeste defendeu em dois tempos. Éder Luís também arriscou e Fábio segurou. Romário arriscou na entrada da área e, desta vez, o arqueiro saltou para espalmar. Sem forças, o Ceará não conseguia ser mais efetivo e o Cruzeiro se preservava para garantir o quatro triunfo simples no Brasileiro.

Bruno Haddad/Cruzeiro EC

Com o resultado, a Raposa saltou seis posições na tabela de classificação e assumiu a segunda colocação, com 16 pontos ganhos. Grêmio e São Paulo têm a mesma pontuação, mas uma vitória a menos que os mineiros. Em panorama completamente desastroso, o Ceará ainda continua sem conquistar uma vitória sequer em seu retorno à elite e está na última posição, com apenas três pontos somados.

As equipes entram em campo na próxima quarta-feira (6). O Ceará encara o Botafogo no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro/RJ, às 19h30. Por sua vez, o Cruzeiro recebe o Vasco da Gama no Mineirão, em Belo Horizonte/MG, às 21h45.