Paraná bate Fluminense e conquista primeira vitória no Brasileirão
Foto: Divulgação/Paraná

Paraná bate Fluminense e conquista primeira vitória no Brasileirão

Time paranista deixa a lanterna da competição, enquanto equipe carioca perde oportunidade de chegar à vice-liderança

RRodrigues_95
Rodrigo Rodrigues
ParanáThiago Rodrigues; Junior, Jesiel, Rayan e Igor; Torito, Leandro Vilela, Wesley Dias e Carlos Eduardo (Wesley Dias); Leo Itaperuna, Thiago Santos e Carlos (Caio Henrique). Técnico: Rogério Micale.
FluminenseJúlio César; Renato Chaves, Gum e Luan Peres; Léo (Matheus Alessandro), Richard, Jadson (Pablo Dyego), Sornoza e Marlon; Marcos Junior (Robinho) e João Carlos. Técnico: Abel Braga.
PlacarThiago Santos, aos sete; e Guilherme Biteco, aos 42; e Pablo Dyego, aos 47 minutos do segundo tempo.
ÁRBITROLeandro Bizzio Marinho (SP).
INCIDENCIASJogo válido pela 9ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2018.

No encerramento da nona rodada, o Paraná conheceu a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira (4), o Tricolor paranaense bateu o Fluminense por 2 a 1, na Vila Capanema. Thiago Santos e Guilherme Biteco marcaram para os mandantes, enquanto Pablo Dyego descontou no fim.

O jogo começou agitado em Curitiba. Logo nos primeiros minutos, Rogério Micale e Abel Braga, técnicos de Paraná e Fluminense, tiveram que fazer alterações de forma precoce em suas equipes por contusão. Mais do que apenas uma simples troca de jogadores, o esquema tático, antes já pré-definido, teve que ser mexido. Assim, o atacante Carlos (problemas no joelho) deu lugar ao meia Carlos Henrique e Marcos Jr (lesão muscular) saiu para a entrada de Robinho.

Com a bola rolando, tanto Paraná como Fluminense encontraram muitas dificuldades em criar jogadas ofensivas. Isso só mudou aos 25 minutos, quando os donos da casa acertaram a trave em chute de Caio Henrique. No lance seguinte, o zagueiro Jesiel fez Júlio César trabalhar após quase marcar um golaço de voleio. O Flu, por sua vez, teve atuação abaixo da média. Sem Gilberto, Ayrton Lucas e Marcos Jr, o Tricolor carioca mostrou lentidão e sequer conseguiu ameaçar a meta do Paraná na primeira etapa.

João Carlos não foi bem em sua estreia como titular (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
João Carlos não foi bem em sua estreia como titular (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

No segundo tempo, o Paraná iniciou pressionando o Fluminense. Logo aos cinco minutos, Léo Itaperuna foi derrubado por Léo dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Thiago Santos cobrou e abriu o placar para o Tricolor paranaense. O gol fez com que a equipe carioca saísse para o jogo e ficasse mais com a posse de bola. Ainda assim, o time de Abel Braga não conseguia encontrar espaços para finalizar por conta da boa marcação do adversário, que, em vantagem no placar, passou a apostar nos contra-ataques.

E foi desta maneira que quase o Paraná marcou o seu segundo gol. Aos 25, Júnior chutou de fora da área e Júlio César defendeu. No rebote, Thiago Santos dominou e empurrou para o gol, mas estava impedido. Mais ofensivo com as entradas de Matheus Alessandro e Pablo Dyego, o Fluminense tentou o empate a todo custo, mas em noite pouco inspirada, viu o Paraná ampliar com Guilherme Biteco aos 43 minutos. O gol causou polêmica, já que houve dúvida se a bola cruzou a linha defendida por Júlio César. Nos acréscimos, na base do abafa, os visitantes diminuíram com Pablo Dyego.

Com o resultado, o Paraná segue na zona de rebaixamento, mas ganha um gás para a sequência do campeonato. Já o Fluminense, caso vencesse, seria vice-líder e ficaria a um ponto do Flamengo. Agora, é apenas o nono com 14 pontos.

Na próxima rodada, o time paranaense recebe o Bahia, enquanto a equipe carioca faz clássico com Flamengo em Brasília. Ambos os jogos acontecerão nesta quinta-feira (7), às 20h.

VAVEL Logo

Paraná Notícias

há 3 dias
há 15 dias
há 16 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês