Jair Ventura exalta intensidade do Santos e defende Gabriel das críticas: "Não tem vilão"

Mudança de postura do time santista no empate em 1 a 1 com Corinthians, fora de casa, dá esperança ao treinador de melhora na tabela

Jair Ventura exalta intensidade do Santos e defende Gabriel das críticas: "Não tem vilão"
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos vem tendo uma outra postura nos últimos dois jogos. Depois de golear o Vitória por 5 a 2, o Peixe esteve mais perto da vitória no 1 a 1 contra o rival Corinthians. O técnico Jair Ventura após o jogo, exaltou a intensidade do Peixe nos dois tempos no empate contra o Timão. 

"Eu venho sido cobrado pela distinção dos tempos, hoje fizemos dois bons tempos, supremacia neles, nem sempre é possível, a gente jogo contra times fortes, então fico feliz pelo desempenho nos dois tempos, mas triste pela não vitória, pelas chances claras, que poderíamos sair tranquilos com o resultado. O goleiro deles foi bem, mas estávamos criando, jogando dois tempos, envolvendo uma grande equipe jogando na sua casa. Estava com dificuldade de jogar fora, vínhamos sendo cobrados, mas os dois clássicos tivemos mais posse, mostra que não jogamos por uma bola, nem sempre se joga bem e consegue ganhar. É o futebol, nem sempre o melhor vence, hoje não venceu", disse Jair Ventura.

Jair também ressaltou a dificuldade do campo rival e como o Santos encarou criou chances e esteve mais perto da vitória na Arena Corinthians.

"Você jogar na casa do adversário, com quase 30 mil pessoas, atual campeão brasileiro, jogo muito bom do Santos e muito difícil. O Santos teve mais posse de bola e criou mais também. Tivemos diversas finalizações. As que foram para fora foram as mais reais, as duas do Gabigol. Vanderlei fez uma defesa. Seria uma injustiça a derrota, então o empate a gente lamenta. O Santos jogou muito bem, mesmo com o grau de dificuldade. Conseguimos uma goleada no último jogo, segundo clássico que a gente. Time vem crescendo. Está indo para o caminho certo. Quando você joga bem, você fica mais próximo da vitória. Não conseguimos hoje o resultado que seria merecido", completou. 

Nos últimos meses, o rendimento de Gabriel vem caindo e o atacante tem vivido momentos de altos e baixos no Peixe. Na noite de ontem (6), o camisa 10 perdeu duas chances inacreditáveis, mas o técnico Jair Ventura defendeu seu atacante.

"Sobre o Gabriel, o 9 sempre é cobrado, veio como grande investimento e vai ser cobrado, mas ele nos ajudou no outro jogo e vai ajudar mais. Não tem vilão aqui, vamos levantar a autoestima dele, que ele tá chateado como nós estamos. O Gabriel se cobra bastante, tenho certeza que ele tá triste, mas vai reverter como faz diversas vezes”, disse o técnico santista.

Jair também aproveitou para elogiar Victor Ferraz, autor do gol de empate do Santos. “Ele (Victor Ferraz) foi criticado (anteriormente), já está há tempos no Clube, deu a volta por cima, tem personalidade. O Daniel Guedes quando teve a sua chance foi bem também, estamos bem servidos com dois bons laterais”, complementou Jair.

O Santos chegou aos 10 pontos e ocupa à 15ª posição no Campeonato Brasileiro, porém a equipe santista tem um jogo a menos. 

O Peixe volta a campo no próximo domingo (10), contra o Internacional, às 19h, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A.