De volta ao Vasco, Jorginho conta com apoio e carinho da torcida: “Isso me dá forças”

Novo treinador vascaíno foi apresentado nesta quinta-feira (7), em São Januário; Campello deu coletiva e PC Gusmão também foi apresentado

De volta ao Vasco, Jorginho conta com apoio e carinho da torcida: “Isso me dá forças”
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Em sua apresentação oficial como o novo treinador do Vasco, Jorginho mostrou muito confiança com o trabalho e com suas expectativas para a próxima partida. No último jogo, o Vasco empatou com o Cruzeiro por 1 a 1 pelo Campeonato Brasileiro

Com histórico pelo clube, Jorginho não deixa de exaltar a sua felicidade e sua confiança em relação à torcida: "Eu estou muito feliz. Feliz em retornar para uma casa que tive história envolvendo títulos para o Vasco. Em 2015 como treinador, foi um tempo realmente difícil, mesmo não chegando agora em uma época como antes. E isso é realmente bom. Nós vamos chegar numa posição que muita gente vai se surpreender. Sabemos o potencial desse clube. É com muita alegria que retorno ao Vasco da Gama. Gosto do carinho do torcerdor quando me vê na rua. Isso me dá forças."

 Jorginho disse também conhecer bastante o clube. Como técnico, o conhecimento do elenco é funtamental. Mesmo com pouco tempo para montar o time para a estreia contra o Sport nesse sábado (09), às 19h, em São Januário, Jorginho diz que não vai trabalhar sozinho. Irá criar uma estratégia para vencer o jogo.

Após sua saída do Ceará, o técnico deixou clara sua decisão: "Foi uma decisão pessoal. Eu precisava estar no Rio de Janeiro. Ao terminar o jogo contra o Cruzeiro, comuniquei a diretoria e fui compreendido. Recebi a ligação ainda em Fortaleza, mas não quis atender. Depois conversei com o Campello e nos acertamos. É normal os clubes te mandarem embora, mas quando você pede demissão, é outra história."

Sobre o tempo de contrato, Jorginho e Alexandre Campello ainda vão conversar sobre. Mesmo assumindo no próximo jogo. Durante a coletiva, Jorginho falou sobre a diferença do seu pensamento de jogo com o Zé Ricardo, antigo técnico do Vasco. 

"É muito importante ouvir o atleta como ele se sente no dia a dia, esse é o meu pensamento. O modo de jogo do Zé  é diferente. Ele tem uma forma de jogar. Mas a minha filosofia de jogo é outra, uso bastante o diálogo. O Vasco é esse time de raça, de garra. Isso não pode faltar. Precisa permanecer."

Sobre as competições, Jorginho disse sobre ter um tempo para reajustar a equipe. Alguns nomes para reforços já estão sendo estudados. O Vasco vem se preparando para o jogo contra o Bahia, pela Copa do Brasil. 

"Precisamos fazer amistosos para dar ritmo de jogo aos atletas. Teremos tempo e vamos fazer com que a equipe seja forte. Temos a presença de alguns estrangeiros e a experiência é ótima."

O próximo confronto do Vasco é em casa. O time enfrenta o Sport nesse sábado (09), às 19h, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro.