Na volta dos treinamentos, Fernando Diniz é demitido do Atlético-PR

Treinador não resiste aos maus resultados e é demitido do Furacão

Na volta dos treinamentos, Fernando Diniz é demitido do Atlético-PR
Foto: Divulgação/AP Images

Durante a reapresentação do Atlético-PR nesta segunda-feira (25), a diretoria informou que Fernando Diniz não faz mais parte dos planos da equipe.

O técnico não resistiu à pressão que existia desde a derrota para o Botafogo por 2 a 0, completando 9 derrotas em 11 jogos pela equipe paranaense. Diniz deixa o Furacão com 25% de aproveitamento dos pontos no Brasileirão e na 19ª posição na tabela.

A decisão foi de Mario Celso Petraglia, que também sofria com a pressão dos torcedores e dos conselheiros do clube e que exigiam explicações quanto a insistência com o treinador após seguidos tropeços. De acordo com Petraglia, a manutenção do treinador era devido a "estar em sintonia com o projeto", e declarou que não se importava com um rebaixamento para a Série B.

+ Diniz era questionado por sequência ruim

Diniz fez 21 jogos no comando do Furacão, com 5 vitórias, 7 empates e 9 derrotas, um aproveitamento de 34,9% de todos os pontos disputados. Enquanto a diretoria busca novos nomes, o elenco ficará sob o comando do auxiliar técnico e ex-jogador Kelly ou com o técnico de aspirantes Tiago Nunes.

O próximo compromisso do Atlético-PR é pela Copa do Brasil, onde enfrenta o Cruzeiro, pelas oitavas de final, em 16 de julho, às 20h, no Mineirão.

Pelo Brasileirão, o próximo jogo é contra o Internacional, em Curitiba. A partida está marcada para 19 de julho, às 21h, válida pela 13ª rodada.