A despedida de uma joia: Vinicius Junior agradece ao Flamengo e promete voltar para ser campeão
(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

A despedida de uma joia: Vinicius Junior agradece ao Flamengo e promete voltar para ser campeão

Na última coletiva pelo Rubro-Negro, jovem atacante se emociona, afirma realizar um sonho indo para o Real e quer voltar ao clube do coração para ser campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes

rafalisboa
Rafael Lisboa

A reapresentação do Flamengo, no Ninho do Urubu, foi recheada de lágrimas. A despedida de Vinicius Junior, que vai para o Real Madrid, foi o principal tema na coletiva do dia. A joia rubro-negra se emocionou, agradeceu aos dirigentes com quem trabalhou desde que chegou ao clube da Gávea, e revelou ansiedade para jogar pela equipe espanhola.

"Agradeço ao presidente, ao Noval, ao Rodrigo Caetano, a todos os treinadores da base e às pessoas que ajudaram a me tornar essa pessoa que sou hoje. Saio do Flamengo feliz e honrado. Tudo o que aprendi foi aqui, dentro e fora de campo. Cada dia que passei aqui eu fiz novas amizades e grandes amigos que vou levar para o resto da vida. Sou flamengo desde pequeno e sempre foi meu sonho vestir essa camisa. Hoje estou me despedindo desse clube que fez de tudo por mim. Me despeço para ir em busca do meu sonho e também realizar todos os sonhos que tenho na vida", agradeceu.

Bandeira de Mello, Vinicius e Noval na coletiva dessa segunda-feira (25) (Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)
Bandeira de Mello, Vinicius e Noval na coletiva dessa segunda-feira (25) (Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

Carlos Noval, atual diretor de futebol, mas que trabalhou com o jovem durante toda a passagem pela base rubro-negra, também agradeceu aos familiares e aos representantes do Vinicius, pela ajuda na carreira:

"Falar do Vinicius é difícil. Pegamos ele com 10 anos de idade, é atleta que chegou ao clube e foi formado aqui e que temos um carinho enorme. Desde os 10 anos já pecebíamos um potencial enorme. E, por isso, foi trabalhado para se tornar esse belo jogador. Só temos que agradecer a ele por esses momentos. É gratificante demais trabalhar para um menino de 10 anos se tornar o que se tornou. Sempre foi humilde no trato com as pessoas e ficamos feliz em ver como tudo acabou. Eu só posso agradecer a ele, à família e aos representantes pelo case de sucesso que é Vinicius Júnior".

Rubro-Negro desde pequeno, o ex-camisa 20 da equipe realizou um sonho de infância, que era jogar pelo clube do coração, e confessou que fugia de casa, com o pai, para ver os jogos do Flamengo, o "maior clube do mundo", segundo Vinicius:

"Consegui realizar meus sonhos dentro do Flamengo. Fiquei muito feliz com a torcida gritando meu nome. Eu fugia de casa com meu pai para ver o Flamengo jogar. Estar saindo do maior clube do mundo não tem explicação. Eu saio honrado, feliz e muito agradecido com cada técnico que me ajudou no Flamengo. E tenho certeza que todos vão continuar me apoiando", e acrescentou sobre mais um sonho, o maior da vida dele, que é jogar no Real: "Sem dúvida nenhuma, é o maior sonho da minha vida. Estou ansioso para conhecer os novos jogadores. Vou jogar no Real Madrid. Eu estou preparado para o que vou encontrar lá para mim. Não sei se vou chegar e jogar, vai ser difícil a adaptação, e vou fazer o possível para ser o mais rápido possível".

(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

Por fim, a joia rubro-negra prometeu voltar ao clube do coração no futuro e, com um plano ambicioso: ganhar a Libertadores e o Mundial de Clubes pelo clube da Gávea. Além disso, afirmou que seguirá assistindo todos aos jogos da equipe:

"O bom é que estou indo novo e daqui 10 anos eu posso voltar (risos). Não, não estou pensando nisso ainda. Estou pensando em chegar no Real e começar a jogar. E depois disso, conquistar tudo e chegar à Seleção. Depois que eu conquistar tudo, aí eu penso sim em voltar ao Flamengo para ganhar a Libertadores e o Mundial. Vou acompanhar sempre o Flamengo. Acompanho desde que nasci. Que fique no topo, com o título da Libertadores, Brasileiro e da Copa do Brasil. Tem a medalha e o bicho (se o Fla for campeão). Mas sou novo ainda. Se voltar em 10 anos volto com 28. Novo ainda".

Sem o camisa 20, o Rubro-Negro se prepara para o retorno aos gramados, no dia 18 de julho às 21h45, contra o São Paulo no Maracanã, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Flamengo é o líder isolado da competição, com 27 pontos.

VAVEL Logo