Lenon é apresentado pelo Vasco e demonstra alegria: “É um prazer estar aqui”

Anunciado na última quinta-feira (28), lateral chega por empréstimo até final da temporada

Lenon é apresentado pelo Vasco e demonstra alegria: “É um prazer estar aqui”
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

O Vasco apresentou o seu novo reforço para a temporada de 2018. Anunciado na última quinta-feira (28), Lenon foi oficialmente apresentado nesta sexta-feira (28) e concedeu coletiva à imprensa no CT de Vargem Pequena

Revelado no Flamengo e emprestado aos seguintes clubes: Goiás, Duque de Caxias, Náutico, Sport, Macaé, Cabofriense e por último o Guarani em 2015, onde se tornou um dos jogadores mais importantes do time com 135 jogos e quatro gols, o lateral volta ao Rio de Janeiro após três anos em Campinas e diz estar bastante emocionado em ficar ao lado da sua família novamente. 

"É um prazer estar aqui hoje. Estou contente com essa oportunidade de defender um clube da grandeza do Vasco da Gama. É uma grande chance dentro da minha carreira e me sinto bastante feliz. Conheço o clube, a história e o que significa vestir essa camisa. Fui muito bem recebido por todos no grupo e vou procurar trabalhar bastante para conquistarmos juntos os nossos objetivos”.

Em 2009, Lenon subiu aos profissionais e foi treinador por Cuca, mas não teve muitas chances. Em seu histórico, o jogador ficou marcado após uma briga com o Zé Roberto em um treino, onde tentou dar uma "voadora" na época. 

O atleta, após ter uma experiência em outros clubes, chega ao Vasco muito mais maduro e vai disputar posição com outros dois jogadores, Rafael Galhardo e Yago Pikachu.

"Cada clube que passei foi importante. Precisava de experiência. Criei maturidade que precisava. Evoluí. Chego ao Vasco mais maduro, pronto para essa responsabilidade”.

No treino desta quinta (28), Lenon foi bastante participativo e mostrante disposição a cada tarefa realizada pelo técnico Jorginho. O lateral-direito não perdeu a chance e mandou uma mensagem à todos os vascaínos.

"A mensagem que eu deixo para o torcedor vascaíno é que vestir essa camisa é um grande prazer. Eu aceitei esse desafio porque tenho a ambição de fazer história com a camisa do clube, assim como fiz lá no Guarani. Vou procurar honrar essa camisa todas as vezes que entrar em campo”.

O jogador também acredita estar pronto para estrear após o período da Copa do Mundo. Por não ter disputado a Copa do Brasil, é possível ser inscrito e já fazer sua estreia diante do Bahia, em São Januário