Em reencontro com San Lorenzo, Chapecoense vence amistoso sem Jandrei
Chape comemora o gol da vitória de Luiz Otávio, aos 43 do segundo tempo (Divulgação/ Chapecoense)

Em reencontro com San Lorenzo, Chapecoense vence amistoso sem Jandrei

Partida disputada na Arena Condá contou com gols de Wellington Paulista, Paulo Diaz e Luiz Otávio; negociado com Sampdoria, arqueiro ficou de fora

SandroQuintanilha
Sandro Quintanilha
ChapecoenseIvan (Tiepo); Eduardo (Marcos Vinícius), Rafael Thyere (Nery Bareiro), Luiz Otávio (Douglas), Bruno Pacheco (Vinícius Freitas); Elicarlos (Amaral), Márcio Araújo (Alan Ruschel), Luiz Antonio (Doffo), Canteros (Osman [Nenén]); Vinícius (Bruno Silva [Guilherme]), Wellington Paulista (Leandro Pereira)
San Lorenzo Navarro; Salazar, Coloccini (Gattoni); Paulo Diaz, Gabriel Rojas (Santiago González); Robert Piris, Alexis Castro (Insaurralde), Botta, Acevedo (Merlini), Reniero (Gaich); Mouche
Placar1-0, min. 1, Wellington Paulista. 1-1, min 13. Paulo Diaz. 2-1, min 43, Luiz Otávio.
ÁRBITROAnderson Daronco
INCIDENCIASArena Condá; Horário: 20h30

A Chapecoense saiu vitoriosa do duelo amistoso contra a equipe do San Lorenzo, da Argentina, disputado nessa quarta-feira(11), na Arená Condá, em Chapecó.  Os gols da partida foram marcados no primeiro tempo por Wellington Paulista, abrindo o placar, Paulo Diaz, empatando o jogo, e  Luiz Otávio definindo o resultado. A partida foi o reencontro entre as equipes, que se enfrentaram na semifinal da Copa Sul-Americana em 2016, semanas antes do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chape.

A grande novidade do jogo foi a não escalação do goleiro Jandrei na equipe mandante. O arqueiro, que estava relacionado para o confronto, foi vendido para o Sampdoria, da Itália, e não atua mais com a camisa do Verdão. 

Em um começo acelerado, a Chape abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo. Após cruzamento de Vinícius pela esquerda, Wellington Paulista se adiantou a defesa, ficou livre na entrada da pequena área e não desperdiçou a oportunidade.

Cinco minutos depois, o Verdão perdeu uma boa chance de ampliar. Após vacilo da zaga visitante, Wellington Paulista roubou a bola e tocou para Vinicius, que chutou de primeira e acabou mandando por cima do gol

Aos 13, o time argentino, em sua primeira chegada ao ataque, conseguiu o gol de empate. Depois de uma cobrança de escanteio, o zagueiro Paulo Diaz subiu mais alto que a defesa e marcou de cabeça.

O ritmo da partida diminuiu depois dos 20 primeiros minutos, tornando o jogo mais equilibrado. Mesmo com mais posse de bola, o Verdão errava passes simples, um problema que já vinha incomodando a equipe, antes mesmo da parada para a Copa. 

Já nos instantes finais da primeira etapa, com 43 minutos, a Chape chegou ao segundo gol com Luiz Otávio. Em cobrança de falta pela direita para área, a bola passou por toda a defesa e ficou com o camisa 21, que cabeceou e ampliou o placar.

Querendo testar a equipe, o técnico Gilson Kleina fez um total de nove alterações na equipe durante o intervalo, mantendo apenas o goleiro Ivan e o volante Luiz Antonio . Com três minutos, Bruno Silva, que entrou no lugar de Vinícius, finalizou cruzado, com perigo, obrigando Navarro a fazer a defesa.

Aos 17, o San Lorenzo teve a primeira boa chance da segunda etapa. o meia Merlini arriscou com a perna direita e levou perigo ao gol de Ivan. Com 26 minutos, Osman recebeu na direita, avançou com facilidade e bateu forte para o gol. A bola desviou em Robert Piris e saiu.

Já nos acréscimos, o El Ciclón desperdiçou sua última chance na partida. Santiago González chutou e Tiepo defendeu. No rebote, o atacante teve mais uma oportunidade, mas mandou para fora.

A Chapecoense volta oficialmente aos campos no próximo dia 19, quando recebe o Bahia, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo

Associação Chapecoense de Futebol Notícias

há 14 dias
há 15 dias
há 15 dias
há 23 dias
há 23 dias
há 24 dias
há 24 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês