Em reencontro com San Lorenzo, Chapecoense vence amistoso sem Jandrei
Chape comemora o gol da vitória de Luiz Otávio, aos 43 do segundo tempo (Divulgação/ Chapecoense)

Em reencontro com San Lorenzo, Chapecoense vence amistoso sem Jandrei

Partida disputada na Arena Condá contou com gols de Wellington Paulista, Paulo Diaz e Luiz Otávio; negociado com Sampdoria, arqueiro ficou de fora

SandroQuintanilha
Sandro Quintanilha
ChapecoenseIvan (Tiepo); Eduardo (Marcos Vinícius), Rafael Thyere (Nery Bareiro), Luiz Otávio (Douglas), Bruno Pacheco (Vinícius Freitas); Elicarlos (Amaral), Márcio Araújo (Alan Ruschel), Luiz Antonio (Doffo), Canteros (Osman [Nenén]); Vinícius (Bruno Silva [Guilherme]), Wellington Paulista (Leandro Pereira)
San Lorenzo Navarro; Salazar, Coloccini (Gattoni); Paulo Diaz, Gabriel Rojas (Santiago González); Robert Piris, Alexis Castro (Insaurralde), Botta, Acevedo (Merlini), Reniero (Gaich); Mouche
Placar1-0, min. 1, Wellington Paulista. 1-1, min 13. Paulo Diaz. 2-1, min 43, Luiz Otávio.
ÁRBITROAnderson Daronco
INCIDENCIASArena Condá; Horário: 20h30

A Chapecoense saiu vitoriosa do duelo amistoso contra a equipe do San Lorenzo, da Argentina, disputado nessa quarta-feira(11), na Arená Condá, em Chapecó.  Os gols da partida foram marcados no primeiro tempo por Wellington Paulista, abrindo o placar, Paulo Diaz, empatando o jogo, e  Luiz Otávio definindo o resultado. A partida foi o reencontro entre as equipes, que se enfrentaram na semifinal da Copa Sul-Americana em 2016, semanas antes do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chape.

A grande novidade do jogo foi a não escalação do goleiro Jandrei na equipe mandante. O arqueiro, que estava relacionado para o confronto, foi vendido para o Sampdoria, da Itália, e não atua mais com a camisa do Verdão. 

Em um começo acelerado, a Chape abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo. Após cruzamento de Vinícius pela esquerda, Wellington Paulista se adiantou a defesa, ficou livre na entrada da pequena área e não desperdiçou a oportunidade.

Cinco minutos depois, o Verdão perdeu uma boa chance de ampliar. Após vacilo da zaga visitante, Wellington Paulista roubou a bola e tocou para Vinicius, que chutou de primeira e acabou mandando por cima do gol

Aos 13, o time argentino, em sua primeira chegada ao ataque, conseguiu o gol de empate. Depois de uma cobrança de escanteio, o zagueiro Paulo Diaz subiu mais alto que a defesa e marcou de cabeça.

O ritmo da partida diminuiu depois dos 20 primeiros minutos, tornando o jogo mais equilibrado. Mesmo com mais posse de bola, o Verdão errava passes simples, um problema que já vinha incomodando a equipe, antes mesmo da parada para a Copa. 

Já nos instantes finais da primeira etapa, com 43 minutos, a Chape chegou ao segundo gol com Luiz Otávio. Em cobrança de falta pela direita para área, a bola passou por toda a defesa e ficou com o camisa 21, que cabeceou e ampliou o placar.

Querendo testar a equipe, o técnico Gilson Kleina fez um total de nove alterações na equipe durante o intervalo, mantendo apenas o goleiro Ivan e o volante Luiz Antonio . Com três minutos, Bruno Silva, que entrou no lugar de Vinícius, finalizou cruzado, com perigo, obrigando Navarro a fazer a defesa.

Aos 17, o San Lorenzo teve a primeira boa chance da segunda etapa. o meia Merlini arriscou com a perna direita e levou perigo ao gol de Ivan. Com 26 minutos, Osman recebeu na direita, avançou com facilidade e bateu forte para o gol. A bola desviou em Robert Piris e saiu.

Já nos acréscimos, o El Ciclón desperdiçou sua última chance na partida. Santiago González chutou e Tiepo defendeu. No rebote, o atacante teve mais uma oportunidade, mas mandou para fora.

A Chapecoense volta oficialmente aos campos no próximo dia 19, quando recebe o Bahia, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo

Associação Chapecoense de Futebol Notícias

há 3 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 12 dias
há 12 dias
há 13 dias
há 13 dias
há 14 dias
há 16 dias
há 18 dias