Zagueiro Ricardo Graça elogia torcida do Vasco após jogo contra o Bahia: “Foi de arrepiar”
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

Foi quase, por pouco, faltou um gol. Pode-se dizer que o Vasco bateu na trave diante do Bahia, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Precisando de três gols de diferença, o Alvinegro conseguiu dois e se despediu do mata-mata mais cedo do que se imaginava. 

Zagueiro do clube, Ricardo Graça rasgou elogios ao torcedor que marcou presença em São Januário. Para ele foi emocionante todo o apoio que deram, até mesmo após o apito final. Ele aproveitou para fazer um convite aos adeptos do cruz-maltino. 

“O mais importante foi trazer o torcedor de volta para o nosso lado. Eu me emocionei no final por tudo que a torcida fez hoje. Foi lindo não apenas no jogo, na nossa saída do gramado, mas também no treino. Mesmo com a eliminação, eles aplaudiram o nosso time. Foi realmente de arrepiar. Aproveito para convocá-los novamente para o jogo de quinta-feira. Vamos precisar jogar junto da nossa torcida para sairmos com a vitória no clássico contra o Fluminense”.

O defensor exaltou a atuação do Gigante, ressaltando toda entrega que os jogadores tiveram para reverter o resultado. Segundo ele, o time sai fortalecido apesar de não ter conseguido conquistar a classificação às quartas de final. 

“Empenho não faltou para o nosso time. Foi nítido que buscamos o resultado desde o primeiro minuto. O Bahia no primeiro tempo não fez nada. No segundo tempo, se me lembro bem, eles deram apenas dois chutes, sendo um deles para fora. Entramos em campo com a proposta de aproveitar o fator da casa para não deixá-los jogar. Conseguimos, tivemos um bom desempenho e marcamos dois gols. Faltou um para levarmos para os pênaltis, mas bola para frente, saímos dessa partida mais fortalecidos”.

Outro fator que agradou o camisa 14 da Colina foi a equipe não ter sofrido gols. Ele creditou o feito a todo o time, nao somente aos defensores. Ele acredita que o feito é fruto do trabalho feito durante a Copa do Mundo e que ainda haverá evolução. 

“Outra coisa que me deixou bastante feliz foi que não sofremos gols nesse jogo. Nossa defesa se comportou muito bem. Foi a primeira vez que joguei ao lado do Breno, mas o mérito não é só nosso, mas sim de todo o time. Todo mundo brigou e marcou muito. Isso é fruto do trabalho que fizemos durante toda a intertemporada. Acredito que as coisa vão ser tornar ainda melhores com o decorrer das partidas”

VAVEL Logo