De contrato assinado, Maxi López enaltece projeto e torcida do Vasco
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

De contrato assinado, Maxi López enaltece projeto e torcida do Vasco

Atacante assumiu responsabilidade da camisa 11 do Alvinegro e garantiu bagagem para Clássico dos Milhões

yannrodrigues
Yann Rodrigues

Maxi López é oficialmente o novo atacante do Club de Regatas Vasco da Gama. O mais novo reforço do Cruz-Maltino realizou exames médicos, assinou contrato e já deu suas primeiras palavras à imprensa como atleta do clube carioca, tudo nesta terça-feira (17). 

Com vínculo ratificado até dezembro de 2019, o argentino de 34 anos comentou o desejo que tinha de poder se sentir importante e que se apaixonou pela torcida ao assistir o jogo da última segunda-feira (16), em São Januário

“É uma oportunidade importante ir para o um grande time. Estava com vontade de me sentir importante. É um projeto que eu queria, voltar para o Brasil. Já assisti ao jogo de ontem e fiquei apaixonado pela torcida. Vou tentar fazer meu trabalho para dar alegria”.

Quem veste a camisa 11 do Gigante da Colina tem uma tarefa grande, já que foi a camisa do baixinho Romário. Maxi não demonstrou medo ao assumir o compromisso: “Para mim é uma responsabilidade. Um craque, um ídolo do Vasco. Vou fazer o melhor de mim o tempo inteiro por esse clube, por esse time”

Nem tudo é só amores e risos. O atleta teve que tomar uma decisão complicadíssima ao aceitar a proposta feita pelo Vasco, mas ele não demonstrou dúvidas quanto sua escolha: “Essa foi a decisão mais difícil da minha vida futebolística e da vida. Quando falaram do Vasco, falei 100% sim. Deixei a família na Itália, mas aceitei. Me fizeram sentir importante”.

Quando estará apto para poder estrear pelo Alvinegro é uma incógnita, mas o atacante contou que apesar das férias estava treinando. Ele passou a responsabilidade para Jorginho e disse que tentará estar pronto o quanto antes. 

“Tenho que conversar com treinador. Estava no período de férias, mas treinando. Tenho que conhecer os companheiros, entrar no ritmo. No Brasil joga-se o tempo todo. A decisão vai ser do treinador, e eu vou tentar ficar pronto o mais rápido possível”

A torcida vascaína abriu os braços para receber Maxi López. Ele tratou como inesquecível a experiência e revelou que estava com saudades desse ambiente: “Foi inesquecível entrar no estádio e a torcida gritar meu nome, sem eu jogar nem chutar a bola. Primeira vez que aconteceu comigo. Estava com saudade de campo cheio, dessas coisas... Eu precisava”

Como todo postulante a craque do Almirante, o argentino foi questionado sobre o tradicional Clássico dos Milhões, entre Vasco x Flamengo. Ele garantiu bagagem para o duelo: “Já joguei River x Boca, Barcelona x Madrid... Gre-Nal. Sei que é importante. quando chegar o momento desta partida (contra o Fla), vamos falar”.

VAVEL Logo

Club de Regatas Vasco da Gama Notícias

há 11 dias
há 15 dias
há 17 dias
há 20 dias
há 20 dias
há 20 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês