Micale ressalta melhora defensiva do Paraná: "Demos o primeiro passo"
O Paraná foi derrotado, por 1 a 0, contra o Vitória (Maurícia da Mata/ EC Vitória)

Mesmo com a derrota, por 1 a 0, para o Vitória na última quarta-feira (18), no Barradão, o Paraná inovou, tentando criar jogadas ensaiadas e apresentando mudanças na movimentação dos jogadores ao longo da partida. A novidade é fruto dos treinamentos feitos durante o tempo de pausa da Copa do Mundo.

+ Acompanhe tudo sobre o Paraná na VAVEL Brasil

As jogadas tinham inicio em cobranças de falta pela esquerda do campo. Após lançamento rasteiro para o lado oposto do gol, um jogador do Tricolor deveria se apresentar para dar sequência ao lance, porém nunca havia ninguém.

Para o meia Carlos Eduardo, a falta de tranquilidade quando o  time está perdendo o jogo é uma das explicações para os erros nas bolas paradas.

"Talvez seja a ansiedade. A gente tem que ter calma para bater a falta, eu, principalmente. O futebol se resolve muito na bola parada e a gente trabalha para que essas coisas não aconteçam", disse.

Substituindo Rogério Micale, expulso na partida contra o Cruzeiro, o auxiliar técnico Ademir Fesan elogiou a determinação dos atletas e considerou as tentativas como uma evolução da equipe.

"Tiveram coragem e atitude para fazer o que foi treinado. Isso foi o primeiro passo. Essas jogadas já eram treinadas pelo Micale, mas não tínhamos confiança para fazer. Demos o primeiro passo em fazê-las.", afirmou o treinador.

O Paraná volta a campo no próximo domingo (22) para enfrentar o América-MG, no estádio Vila Capanema, às 16h. O jogo será válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo