De volta ao Brasileirão, Santos protagoniza clássico paulista contra Palmeiras
Foto:  Ivan Storti/Santos Futebol Clube

Após o término da Copa do Mundo da Rússia o Campeonato Brasileiro Série A está de volta! E o Santos já tem de cara um clássico diante do Palmeiras, nesta quinta-feira (19), às 20h, no Pacaembu, em jogo válido pela 13° rodada.

+ Acompanhe tudo sobre o Campeonato Brasileiro na VAVEL Brasil

No reencontro das duas equipes que se enfrentaram duas vezes lá, pelo Campeonato Paulista 2018, nas semifinais. No jogo de ida, o Verdão venceu o Alvinegro Praiano por 1 a 0 e no jogo de volta, a vitória foi santista por 2 a 1, mas quem garantiu a classificação para a final foi o Alviverde, após vencer o rival por 5 a 3 nos pênaltis.

Não é de hoje que Santos e Palmeiras têm protagonizado nos últimos quatro anos, a principal rivalidade paulista, com disputa de títulos, provocações, polêmicas e jogos marcantes. 

Inclusive, a mais nova polêmica envolvendo os clubes é a contratação do volante Carlos Sánchez, do Uruguai. Segundo o jornalista, José Calil, mesmo  sabendo que o atleta estava contratado pelo Santos, Alexandre Mattos fez proposta dobrando o salário para levar Carlos Sánchez para o Palmeiras. Porém, o jogador honrou sua palavra e decidiu mesmo jogar pelo clube da Vila Belmiro. 

Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (18), na apresentação do novo patrocinador do Peixe, o presidente José Carlos Peres falou sobre o ocorrido. 

“Foi uma das dificuldades. Toda vez que vaza nome já dificulta. Os caras são negociadores e sabem que estão direcionados e vão se aproveitar. Esse fator dificulta. Prolonga, fica chata… Palmeiras fez proposta, isso ocorreu, foi muito grande, e aqui quero enaltecer jogador e empresário. Jogador foi consciente do que vínhamos combinando. Ele entendeu que era melhor vestir a camisa do Santos em uma posição carente. Santos é Santos, desculpa. Na dúvida, jogador vem para o clube. Jogador importante, de passagem boa pelo River Plate e uma excelente pelo Monterrey. Três anos de contrato é período para desenvolver regularmente”, disse Peres.

Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

A partida marcará o reencontro da torcida santista com o meia Lucas Lima. Mesmo não apresentando um bom futebol o Alviverde deve ser titular. Nos últimos anos, o clássico entre as equipes mostra um equilíbrio, porém, as coisas parecem ser bem diferentes agora. Na décima quinta posição na tabela, com 13 pontos, o Santos ainda não conseguiu engrenar na competição.

Já o Palmeiras, não vem apresentando aquele futebol brilhante, mas ocupa à sexta posição, com 19 pontos. No Pacaembu, local da partida desta quinta, o Santos é quem leva a melhor:  27 vitórias do alvinegro praiano contra 18 da equipe alviverde, além de 24 empates. 

Fala Roger Machado

Foto: Cesar Greco
Foto: Cesar Greco

O treinador do Palmeiras falou sobre o clássico logo de cara, após a Parada da Copa do Mundo. O Verdão terá seis desfalques: o zagueiro Luan, o goleiro Jailson, o meia Moisés e o atacante Dudu, todos suspensos, além do meia Guerra e o centroavante Borja, que se recuperam de uma lesão. Por outro lado, o treinador vai poder contar com Gustavo Scarpa

"Clássico sempre motiva muitas paixões. Começar com jogo grande é sempre bom. Jogos grandes são jogos em que você pode mostrar muito, mostrar a que veio, principalmente numa retomada, em que é importante essa pequena sequência de quatro jogos. Entre esses últimos dias de julho e o mês todo de agosto vão ser decisivos para nossas aspirações em várias competições. Não vejo de outra forma do que com bons olhos e muito interesse em iniciar com clássico", disse o técnico. 

Fala Victor Ferraz! 

Foto: Ivan Storti/Santos
Foto: Ivan Storti/Santos

Para o lateral Victor Ferraz, o clássico é um grande teste para o Peixe, que ainda não venceu nenhum clássico no Campeonato Brasileiro.Os desfalques do Alvinegro são o volante Diego Pituca, suspenso, e o lateral-direito Daniel Guedes, que segue afastado dos trabalhos por conta de uma virose. Além deles, o Peixe ainda não vai contar com o meia Bryan Ruiz, costarriquenho que segue de férias após disputar a Copa do Mundo

"Como eu tenho certa liderança, tenho cobrado melhor atuação nos grandes jogos. E amanhã é um grande teste e não podemos fugir da responsabilidade de jogar na nossa casa e fazer os três pontos. Jogo que pode nos colocar em posição diferente. Podemos ter a mesma pontuação do Palmeiras. Temos ciência disso. É um jogo duro, eles têm um grande treinador, que se fecha muito bem. É um elenco recheado de craques e que toma poucos gols, sabe jogar bem no contra-ataque. Tenho certeza que será um grande dia no Pacaembu”, disse o camisa 4.

VAVEL Logo