De Arrascaeta brilha e Cruzeiro bate América-MG na estreia de Barcos
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro E.C.

De Arrascaeta brilha e Cruzeiro bate América-MG na estreia de Barcos

Cruzeiro sai atrás no placar e conquista a virada após uma partida espetacular do uruguaio De Arrascaeta, que agora é o maior artilheiro celeste do "Novo Mineirão"

matheus-santos-nunes
Matheus Luan
CruzeiroFÁBIO; EDÍLSON, DEDÉ, LÉO E EGÍDIO; HENRIQUE, ARIEL CABRAL, ROBINHO, THIAGO NEVES (MANCUELLO, MIN. 78) E ARRASCAETA (RAFINHA, MIN. 66); BARCOS (RANIEL, MIN. 60).
AméricaJOÃO RICARDO; NORBERTO (ADEMIR, MIN. 28), MESSIAS, MATHEUS FERRAZ E GIOVANNI; LEANDRO DONIZETE (RUY, MIN. 65), CHRISTIAN, JUNINHO, ADERLAN E WESLEY (CAPIXABA, MIN. 78); RAFAEL MOURA.
Placar0-1, MIN. 31, CHRISTIAN. 1-1, MIN. 34, ARRASCAETA. 2-1, MIN. 59, ROBINHO. 3-1, MIN. 64, RANIEL.
ÁRBITRORAPHAEL CLAUS (FIFA-SP). CARTÕES AMARELOS: EDILSON, HENRIQUE E ARIEL CABRAL (CRU); ADERLAN (AME).
INCIDENCIASPARTIDA VÁLIDA PELA 13ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO, DISPUTADA NO ESTÁDIO MINEIRÃO, EM BELO HORIZONTE.

O Cruzeiro venceu o América-MG nesta quinta-feira (19) no Mineirão em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo emocionante e de muitos gols, a Raposa venceu o Coelho pelo placar de 3 a 1, com gols de De Arrascaeta, Robinho e Raniel. O gol do Coelho foi marcado pelo meia Christian.

Além dos gols válidos, o Cruzeiro, que amargava o título de segundo pior ataque no início da rodada, mostrou uma melhora significativa no setor de criação e marcou outros dois gols que foram anulados pelo assistente.

Com o gol de hoje, De Arrascaeta isolou-se como o jogador que mais fez gols pelo Cruzeiro no Mineirão após a reforma para a Copa do Mundo, anotando 28 tentos. Ele segue empatado na artilharia com o palmeirense Willian, que marcou 27 jogando pelo time mineiro e 1 pelo Palmeiras.

O América tomou a iniciativa nos primeiros minutos e partiu para cima do Cruzeiro, que buscava segurar a pressão do visitante e acalmar o jogo para impôr o seu ritmo. Aos 12 minutos da primeira etapa, o Cruzeiro teve um gol mal anulado após lindo passe de Barcos para De Arrascaeta, que achou Thiago Neves dentro da área que só fez empurrar para o gol aberto. O árbitro viu um impedimento de De Arrascaeta no primeiro lance e anulou o tento, mas o uruguaio estava na mesma linha do penúltimo marcador.

Com o Cruzeiro pressionando, o América se fechava e procurava explorar os erros da equipe mandante para atacar. Foi em um desses erros, um lance de rara infelicidade de Dedé, que perdeu a bola para Christian na saída do setor defensivo celeste, que o Coelho chegou ao seu gol. O meia acertou um petardo de fora da área e colocou o América na frente do marcador, aos 31 minutos da primeira etapa.

Atrás do placar, a Raposa viu que precisava ser mais incisiva se quisesse levar os três pontos para casa. Apenas três minutos depois do gol do Coelho, Thiago Neves acertou um lindo passe para Robinho, que chutou em cima do goleiro João Ricardo. No rebote, De Arrascaeta mostrou o porque é “o cara dos clássicos” e só empurrou para as redes, empatando para a Raposa. Foi o sétimo gol do uruguaio em 11 partidas contra os mineiros.

Após o empate o Cruzeiro permaneceu no ataque e até conseguiu marcar mais uma vez antes do fim do primeiro tempo, mas o assistente viu impedimento de Thiago Neves que participou da jogada (mesmo sem tocar na bola) e anulou o gol de De Arrascaeta.

O segundo tempo começou e o Cruzeiro continuou com o domínio das ações. O América errava muitos passes e o time mandante aproveitava essa condição para atacar, criando as melhores oportunidades.

Aos 14 minutos o Cruzeiro virou o placar com Robinho, que só fez empurrar a bola com o peito para as redes após Thiago Neves tabelar com De Arrascaeta, que acertou um lançamento preciso. O Cruzeiro ampliou cinco minutos depois, quando Robinho tentou cruzar de três dedos e o zagueiro do América, Matheus Ferraz, tentou cortar, mas acabou jogando a bola na cabeça de Raniel, que entrara no lugar de Barcos. O atacante deu um toque sútil na bola, tirando do goleiro do Coelho.

Com a vantagem no placar o Cruzeiro continuou indo para cima, dominando totalmente o visitante. A equipe celeste só não ampliou ainda mais o placar devido às boas intervenções do goleiro João Ricardo nas finalizações de Robinho e Raniel.

O Cruzeiro volta aos gramados no próximo sábado (21), às 19h, contra o Atlético Paranaense, no Mineirão. Já o América viaja para enfrentar o Paraná no próximo domingo (23), às 16h, na Vila Capanema. Ambas partidas serão válidas pelo Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo