Vasco sai na frente, mas cede empate ao Fluminense no fim
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

Tudo igual! Vasco e Fluminense se reencontraram na volta do Campeonato Brasileiro após um mês de pausa para Copa do Mundo. O resultado não foi dos mais agradáveis para as duas equipes. Apesar das chances criadas e gols, a partida acabou empatada em 1 a 1, com gols dos centroavantes. Ríos para os mandantes e Pedro para os visitantes. 

Os primeiros 10 minutos do Time de Guerreiros foi avassalador. Primeiro, Pedro teve chance após cruzamento de Ayrton Lucas, mas acabou travado. Logo depois o menino de Xerém recebeu bolão de Jadson e arrematou, porém o zagueiro Breno fez a interceptação na hora certa para evitar maiores perigos ao gol vascaíno. 

Quando se pensou que os visitantes tirariam o pé do acelerador, o ousado Marcos Junior tirou o suspiro dos tricolores que assistiam o confronto. O camisa 35 recebeu bola na ponta esquerda, cortou para o meio e chutou rasteiro, no cantinho, mas Martín Silva se agigantou e foi buscar, evitando que o Flu saísse na frente. 

Ainda na etapa inicial, Andrey levantou São Januário e levou alguns torcedores a soltarem o grito de “gol”. O volante, cria do Cruz-Maltino, arrancou pela direita e encheu o pé, mas a bola explodiu na rede pelo lado de fora. 

Dominante no confronto, o Fluminense quase fez o gol no início da etapa final. O ligeiro Marcos Júnior invadiu a área após receber bom lançamento, mas o lateral Luiz Gustavo apareceu de forma providencial para desarmar o atacante tricolor.

Marcelo Oliveira e companhia não contavam com o erro clamoroso do goleiro Júlio César, que os vascaínos fizeram bom proveito. Henrique levantou na grade área uma bola que parecia tranquila para o camisa 1 das Laranjeiras, mas ele saiu mal, socando a bola nos pés de Andrés Ríos, que não perdoou e abriu o placar. 

O empate dos Guerreiros quase aconteceu aos 22 minutos, mas Martín Silva, ‘como um gato’, fez uma grande defesa. Sornoza cobrou falta na cabeça de Digão, que completou o lance testando para o chão, mas o paredão alvinegro esticou o pé direito para fazer excepcional intervenção. 

A noite do goleiro visitante não era das melhores. Após passe para trás, de segurança, de Richard, o arqueiro chutou o chão e errou completamente a saída de bola. A bola ficou com o autor do gol, Ríos, mas o camisa 9 acabou finalizando para fora.

Quando tudo parecia perdido, Pedro tratou de deixar tudo igual. Aos 42, ele cabeceou e parou nas mãos milagrosas de Martín Silva, mas aos 44 ele não perdoou. Após passe de Marcos Júnior, o camisa 9 driblou Breno e finalizou forte na saída do goleiro, para empatar e dar números finais ao duelo. 

O Almirante chega aos 16 pontos e ocupa a décima primeira (11ª) posição na tabela. O Tricolor chega aos 15 e fica na cola do rival, em décimo segundo (12º) lugar na competição.

O Vasco volta a campo contra o Grêmio no domingo (22), em São Januário, às 16h. No mesmo dia e horário, o Fluminense visita o Sport na Ilha do Retiro, em Recife. Ambas os duelos são válidos pela décima quarta (14ª) rodada do Campeonato Brasileiro. 

VAVEL Logo