Marcelo Cabo lamenta chances desperdiçadas pelo CSA: "Não tivemos eficácia nas finalizações"
Foto:  Eduardo Vieira/Ascom CSA

Marcelo Cabo lamenta chances desperdiçadas pelo CSA: "Não tivemos eficácia nas finalizações"

Apesar das ocasiões perdidas, técnico ressaltou que a equipe fez muito boa partida no empate contra o líder Fortaleza por 0 a 0

Zeca5
Zeca Lemos

O treinador Marcelo Cabo voltou a lamentar os erros de finalização em mais uma partida do CSA. Desta vez, a pontaria azulina falhou no empate sem gols contra o primeiro colocado Fortaleza, em casa, e o Azulão não alcançou a liderança da Série B.

"Entendo que a nossa equipe fez uma boa partida, uma partida de líder contra vice-líder da competição, uma partida que a gente sabia que seria muito estudada, muito em detalhes, e eu tinha falado com os meus jogadores que a gente tinha que fazer um jogo de erro zero e eficácia máxima. Tivemos o erro zero na parte defensiva, mas não tivemos eficácia máxima na parte das finalizações. Mais uma vez, a gente voltou a pecar nas finalizações, principalmente dentro da área", declarou Cabo.

O técnico destacou que, apesar de o resultado positivo não ter vindo, o momento é de tranquilidade no time. Ele também apresentou dados da superioridade azulina em campo.

"A tranquilidade ela existe, empatamos com o líder em casa, nós finalizamos 18 vezes, eles cinco; nós finalizamos seis dentro do gol, eles uma. Nós tivemos cino escanteios, eles três. Então, se a gente for analisar performance, nós tivemos uma performance muito boa. Se for analisar resultado, empatamos em casa, não era o que a gente buscava, foi bom, mas não foi muito bom como a gente queria uma vitória em casa que nos daria a liderança", afirmou o técnico.

Quando questionado sobre a entrada de Juan e a estreia de Alemão, Marcelo Cabo se mostrou satisfeito com as atuações do meio-campista e do atacante azulinos.

"O CSA está no caminho certo, a equipe está ganhando cada vez mais consistência. Eu fiquei muito feliz com a entrada do Juan, que deu aquela saída de bola que a gente necessitava, o jogo fluiu, ele fez uma boa dobra com o Rafinha, com o Didira, é um segundo volante que sai, quebra a linha e ajudou bastante ao Daniel na construção da equipe. E o Alemão está sem jogar há quase dois meses e meio, entrou, foram 45 minutos muito bom no meu ver, é um jogador que vai nos ajudar bastante na sequência da competição, mas ainda carece de ritmo de jogo e esse ritmo só vai ganhar jogando", finalizou.

Na segunda-feira (23) o CSA volta à campo para enfrentar o quinto colocado Atlético-GO, fora de casa, no Estádio Olímpico, às 20h

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há um dia
há um dia
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 4 dias
há 5 dias
há 5 dias