Boa Esporte volta a vencer após oito jogos e freia embalo da Ponte Preta
Arte: CBF

Boa Esporte volta a vencer após oito jogos e freia embalo da Ponte Preta

Com gols de Douglas Baggio e Hélder, Tricolor venceu a primeira partida em casa no Campeonato; Júnior Santos marcou para a Macaca, mas campineiros perderam chance de entrar no G-4

SandroQuintanilha
Sandro Quintanilha
Boa EsporteIgor Rayan; Hélder (Gabriel Arantes), Rafael Jensen, Luan, Jadson; Maycon (Djavan), Bruno Tubarão, Daniel Cruz (Felipe Alves), Kaio Cristian; Aldo, Douglas Baggio
Ponte PretaIvan; Igor Vinícius, Léo, Renan Fonseca, Ruan; Nathan, João Vitor (Felipe Saraiva); Danilo Barcelos, Murilo Henrique (Paulinho); Júnior Santos, Neto Costa (Orinho)
Placar1-0, min. 20, Douglas Baggio. 2-0, min. 25, Hélder. 2-1, min. 60, Júnior Santos
INCIDENCIASEstádio: Estádio do Melão. Horário: 19h

O Boa Esporte quebrou uma sequência de oito jogos sem vencer e ganhou da Ponte Preta, por 2 a 1, nesse sábado (21),no Estádio do Melão. A partida válida pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, contou com os gols de Douglas Baggio e Hélder, para os mandantes, e de Júnior Santos, descontando para os campinenses.

Em um ritmo acelerado e ofensivo, o Boa começou pressionando e logo no inicio já havia chegado com perigo ao gol da Macaca. Aos cinco, Douglas Baggio invadiu a área pela esquerda e finalizou cruzado, obrigando Ivan a defender com dificuldade.

Com 20 minutos, Baggio teve mais uma oportunidade e, dessa fez, conseguiu marcar o primeiro da partida. Após uma falha do zagueiro Léo, Daniel Cruz conseguiu roubar a bola e tocar para o camisa 9, que esperou a saída de Ivan para chutar no canto direito da meta.

Não demorou muito e o Tricolor de Varginha ampliou o placar, com Hélder, aos 25. O lateral-direito recebeu cruzamento dentro da área, livre de marcação, e só precisou vencer o goleiro para fazer o segundo do jogo. 

Nos instantes finais da primeira etapa, Baggio quase marcou o terceiro. Em uma disputa pelo alto com Igor, o atacante levou a melhor no lance, mas acabou mandando por cima do gol de Ivan.

No segundo tempo, a Macaca buscou responder ao domínio dos mandantes, criando algumas oportunidades para poder voltar ao jogo. Com sete minutos, Júnior Santos ganhou a disputa com a zaga mineira e arriscou um chute rasteiro que passou com perigo ao lado da trave direita de Igor Rayan.

Aos 14, novamente tentando com Júnior Santos, a Ponte diminuiu o marcador, após o camisa 7 conseguir entrar pela esquerda da área, passando por dois marcadores, e bater entre as pernas do goleiro Tricolor.

A partida foi tendo muitas paralisações depois dos 25 minutos. O Boa se aproveitou dessas paradas para conseguir esfriar o jogo e manter a posse de bola no campo do adversário. A  equipe alvinegra apresentou dificuldades de chegar a ao ataque e teve a última chance da partida após um contra ataque, já nos acréscimos, que terminou com um cruzamento errado de Ruan, que não chegou à ninguém.

Mesmo com a vitória, o Boa Esporte permanece na lanterna do competição, somando agora 10 pontos, sete atrás da saída do Z-4. Já a Ponte perdeu a chance de entrar no G-4 e caiu para o sétimo lugar, continuando com 24 pontos.

As equipes voltam a campo na próxima terça-feira (24) para a próxima rodada do Brasileirão. Os mineiros enfrentam o Brasil de Pelotas, às 19h15, no estádio Bento Freitas, no Rio Grande do Sul. A Alvinegra de Campinas recebe o Juventude, às 20h30, na Fonte Luminosa, em Araraquara. A Ponte não pode jogar no Moisés Lucarelli por conta de mais uma punição causada pela torcida, que atirou um rojão de fora para dentro do estádio em partida contra o CSA em junho, quando o time cumpria seis jogos de portões fechados.

VAVEL Logo

Ponte Preta Notícias

há 8 dias
há 24 dias
há 24 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há 2 meses
há 2 meses
há 2 meses