Boa Esporte volta a vencer após oito jogos e freia embalo da Ponte Preta
Arte: CBF

Boa Esporte volta a vencer após oito jogos e freia embalo da Ponte Preta

Com gols de Douglas Baggio e Hélder, Tricolor venceu a primeira partida em casa no Campeonato; Júnior Santos marcou para a Macaca, mas campineiros perderam chance de entrar no G-4

SandroQuintanilha
Sandro Quintanilha
Boa EsporteIgor Rayan; Hélder (Gabriel Arantes), Rafael Jensen, Luan, Jadson; Maycon (Djavan), Bruno Tubarão, Daniel Cruz (Felipe Alves), Kaio Cristian; Aldo, Douglas Baggio
Ponte PretaIvan; Igor Vinícius, Léo, Renan Fonseca, Ruan; Nathan, João Vitor (Felipe Saraiva); Danilo Barcelos, Murilo Henrique (Paulinho); Júnior Santos, Neto Costa (Orinho)
Placar1-0, min. 20, Douglas Baggio. 2-0, min. 25, Hélder. 2-1, min. 60, Júnior Santos
INCIDENCIASEstádio: Estádio do Melão. Horário: 19h

O Boa Esporte quebrou uma sequência de oito jogos sem vencer e ganhou da Ponte Preta, por 2 a 1, nesse sábado (21),no Estádio do Melão. A partida válida pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, contou com os gols de Douglas Baggio e Hélder, para os mandantes, e de Júnior Santos, descontando para os campinenses.

Em um ritmo acelerado e ofensivo, o Boa começou pressionando e logo no inicio já havia chegado com perigo ao gol da Macaca. Aos cinco, Douglas Baggio invadiu a área pela esquerda e finalizou cruzado, obrigando Ivan a defender com dificuldade.

Com 20 minutos, Baggio teve mais uma oportunidade e, dessa fez, conseguiu marcar o primeiro da partida. Após uma falha do zagueiro Léo, Daniel Cruz conseguiu roubar a bola e tocar para o camisa 9, que esperou a saída de Ivan para chutar no canto direito da meta.

Não demorou muito e o Tricolor de Varginha ampliou o placar, com Hélder, aos 25. O lateral-direito recebeu cruzamento dentro da área, livre de marcação, e só precisou vencer o goleiro para fazer o segundo do jogo. 

Nos instantes finais da primeira etapa, Baggio quase marcou o terceiro. Em uma disputa pelo alto com Igor, o atacante levou a melhor no lance, mas acabou mandando por cima do gol de Ivan.

No segundo tempo, a Macaca buscou responder ao domínio dos mandantes, criando algumas oportunidades para poder voltar ao jogo. Com sete minutos, Júnior Santos ganhou a disputa com a zaga mineira e arriscou um chute rasteiro que passou com perigo ao lado da trave direita de Igor Rayan.

Aos 14, novamente tentando com Júnior Santos, a Ponte diminuiu o marcador, após o camisa 7 conseguir entrar pela esquerda da área, passando por dois marcadores, e bater entre as pernas do goleiro Tricolor.

A partida foi tendo muitas paralisações depois dos 25 minutos. O Boa se aproveitou dessas paradas para conseguir esfriar o jogo e manter a posse de bola no campo do adversário. A  equipe alvinegra apresentou dificuldades de chegar a ao ataque e teve a última chance da partida após um contra ataque, já nos acréscimos, que terminou com um cruzamento errado de Ruan, que não chegou à ninguém.

Mesmo com a vitória, o Boa Esporte permanece na lanterna do competição, somando agora 10 pontos, sete atrás da saída do Z-4. Já a Ponte perdeu a chance de entrar no G-4 e caiu para o sétimo lugar, continuando com 24 pontos.

As equipes voltam a campo na próxima terça-feira (24) para a próxima rodada do Brasileirão. Os mineiros enfrentam o Brasil de Pelotas, às 19h15, no estádio Bento Freitas, no Rio Grande do Sul. A Alvinegra de Campinas recebe o Juventude, às 20h30, na Fonte Luminosa, em Araraquara. A Ponte não pode jogar no Moisés Lucarelli por conta de mais uma punição causada pela torcida, que atirou um rojão de fora para dentro do estádio em partida contra o CSA em junho, quando o time cumpria seis jogos de portões fechados.

VAVEL Logo

Ponte Preta Notícias

há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há 2 meses