Barcos marca pela primeira vez e garante virada do Cruzeiro contra Atlético-PR no Mineirão
Foto: Divulgação/Cruzeiro

Barcos marca pela primeira vez e garante virada do Cruzeiro contra Atlético-PR no Mineirão

Em jogo envolvido por polêmicas, Arrascaeta se torna o maior artilheiro do estrangeiro da Raposa

IzabelleFranca
Izabelle França
Cruzeiro Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Marcelo Hermes; Lucas Romero, Lucas Silva (Rafinha), Robinho, Thiago Neves (Raniel) e Arrascaeta; Barcos (Bruno Silva).Técnico: Mano Menezes.
Atlético-PRSantos; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Nicolas; Bruno Guimarães (Rosseto), Lucho González, Guilherme (Marcelo Cirino) e Nikão (Bruno Nazário); Bergson e Pablo. Técnico: Tiago Nunes.
Placar0-1, min. 39, Guilherme. 1-1. min. 20/2º, Arrascaeta. 2-1, min. 35/2º, Barcos
ÁRBITROJean Pierre Gonçalves Lima. Auxiliado por Leirson Peng Martins e Lucio Beiesdorf Flor
INCIDENCIASJOGO VÁLIDO PELA 14ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE A 2018. DISPUTADO, NO MINEIRÃO, EM BELO HORIZONTE.

Em menos de uma semana, Cruzeiro e Atlético-PR voltaram a se enfrentar. Desta vez, pela 14ª rodada do Brasileirão. Jogando no Mineirão, a Raposa venceu o time paranaense por 2 a 1, na noite deste domingo (22).

Com gols de Arrascaeta, no qual, se tornou o maior artilheiro estrangeiro, com 45 gols e Barcos - o primeiro tento no clube estrelado. Guilherme descontou para o Furacão de pênalti.

Com o resultado, a equipe mineira subiu para a terceira colocação, com 24 pontos. Do outro lado, o Rubro-Negro não vence há seis partidas e ocupa a amarga 19ª posição, tendo apenas 10 pontos.

Foto:Divulgação/Cruzeiro 

Os primeiros minutos do primeiro tempo foi equilibrado. O Atlético-PR pressionava a saída de bola do Cruzeiro, porém, o passe final não era eficaz. Aos 11’, em uma bela triangulação pelo lado esquerdo, Nicolas cruzou para Guilherme, sem goleiro o camisa 17  perdeu grande oportunidade de ampliar o placar. Tentando dar a resposta, o time estrelado conseguiu uma boa troca de passes, ao redor da grande área: Marcelo Hermes para Thiago Neves, que enviou para Barcos que ao tentar passar a bola foi cortado por Bergson .

Aos 19', um impedimento mal marcado. No meio de campo, Arrascaeta ganhou a bola pelo alto. Robinho ficou com a sobra, arrancou e tocou para o camisa 10, que em seguida achou Barcos livre que mando para o fundo do gol.

Já os 39’, foi marcado por um lance polêmico. Jonathan cometeu falta em Arrascaeta. Quando o jogador tentou levantar o lateral-direito prendeu as pernas  impedido o meia de prosseguir. Na sequência, a arbitragem manda seguir e a bola bate no juiz Jean Pierre Gonçalves Lima. Com a sobra, Pablo cruza para Bruno Guimarães que acaba caindo dentro da área - penalidade máxima. Guilherme converteu para os visitantes.

Empurrado pela torcida , a Raposa quase igualou no minuto final dos acréscimos.  Robinho lançou para Barcos, o argentino cabeceou tentando achar o lado esquerdo do goleiro mas mandou pra fora.

Foto:Divulgação/Cruzeiro 

Na volta aos gramados, a primeira chance foi com o dono da casa. Arrascaeta sofreu uma falta aos 2'. Thiago Neves cobrou Santos espalmou e defendeu o rebote de Léo, mandando para escanteio. Logo em seguida, pressionando a saída de bola,  a equipe celeste conseguiu um escanteio. Na cobrança, Dedé subiu alto e mandou em direção ao gol, contudo, no caminho estava o goleiro Rubro-Negro que fez a defesa em cima da linha.

Aos 9' , Barcos inverteu a jogada para Arrascaeta, o uruguaio acabou ficando sem ângulo e devolve para o camisa 28 que conseguiu furar a defesa adversária, na hora de finalizar foi travado por Jonathan. O Pirata acabou sentindo muito no lance e foi rapidamente atendido fora do campo.

Aos 13, Arrascaeta perdeu grande oportunidade. Em cobrança de falta, Thiago Neves colocou a bola dentro da área,  que apareceu livre para camisa 10, mas na hora de finalizar pegou mal e mandou para fora.

Adiante, o uruguaio recebeu de Hernán Barcos, fez belo giro dentro da área e chutou para fora. No contra-ataque, Guilherme arriscou o chute de de longe, facilitando a  defesa de Fábio. Aos 20’, Rafinha que tinha acabado de entrar no lugar de Lucas Silva , tocou para Robinho que encontrou Arrascaeta para balançar as redes. 1 a 1.

Em busca da virada,  o Cruzeiro dominou o campo ofensivo. Pelo lado direito, Rafinha tocou para Robinho que serviu Hernán Barcos marca seu primeiro gol com a camisa estrelada. 2 a 1. Entretanto, o atacante estava um pouco a frente do último marcador.

Em uma situação complicada na tabela, o Furacão partiu para o ataque. Todavia, acabou abrindo espaço para o contra-ataque. Aos 40',  Edílson deu uma caneta em é lançou para Raniel partir em velocidade. Lucho entrou por trás e levou cartão vermelho direto.

Foto:Divulgação/Cruzeiro 

O Cruzeiro volta a entrar em campo na próxima quarta-feira (25), contra o Corinthians, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians. Já o Atlético-PR enfrentará o Peñarol pela Copa Sul-Americana, na quinta-feira (26), às 19h45 (de Brasília), na Arena da Baixada

VAVEL Logo

Cruzeiro Esporte Clube Notícias

há 12 dias
há 16 dias
há 19 dias
há 19 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês