Jorginho ressalta importância do gol fora apesar de derrota do Vasco: “Pode fazer a diferença”
(Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Por 3 a 1, a LDU venceu o Vasco em casa e deixou os jogadores cruz-maltino com dificuldades por conta da altitude. O Gigante da Colina levou perigo com três bolas aéreas, e saiu do zero com um pênalti sofrido pelo jogador Kelvin. Galhardo mandou para rede.

Após o jogo, o técnico Jorginho não disse muito. Lamenta a derrota, mas pensa positivo para o jogo em casa: “O Vasco é muito grande. É difícil jogar aqui. Tentei tirar essa coisa de altitude dos jogadores, mas é uma realidade”.

DUAS VEZES ANANGONÓ

 “Infelizmente não conseguimos bloquear os cruzamentos. Sabíamos que era um problema. Sabíamos que Anangonó é um bom jogador, faz um papel de pivô muito bom, forte no jogo aéreo. A grande dificuldade é que jogamos quatro vezes em 10 dias.”

O URUGUAIO MAXI  

“Muito cedo para falar do Maxi. Talvez mais uma ou duas semanas. Seria importante aqui.”

A CASA DA LDU

“Situação complicada, mas não impossível. A equipe em casa é muito forte. A LDU não vai ter a mesma vantagem física. Tentei desmistificar para os jogadores, mas eles mesmo sentem.”

O ÚNICO GOL

“Esse único gol que fizemos pode fazer a diferença. Contra o Bahia pressionamos muito.”

O próximo jogo do Vasco é pelo Campeonato Brasileiro. A partida será no estádio Nacional de Brasília "Mané Garrincha", contra o Corinthians, às 11h no domingo (29). 

VAVEL Logo