Em confronto nordestino, Vitória e Sport duelam buscam se reabilitar no campeonato
Equipe busca escapar do rebaixamento em 2018 (Foto: Maurícia da Matta/Vitória EC)

Vindo de uma derrota de goleada contra o Bahia na última rodada, o Vitória recebe o Sport no Barradão, nesta quinta-feira (26), às 19h30. O Leão, por outro lado, não vence há quatro jogos e busca a reabilitação, assim como os donos da casa.

Não são somente as cores e o mascote que Vitória e Sport possuem em comum, a situação dos times no campeonato brasileiro não anima muito as torcidas, além disso, os dois times só possuem o campeonato nacional para disputar até o final do ano.

Pelo lado do rubro-negro baiano a situação é mais delicada, o time paquera a zona de rebaixamento e nesta rodada pode entrar de vez pra zona da degola. O técnico Vagner Mancini ainda não confirmou o time para o jogo, pois espera pela liberação de jogadores que estavam no departamento medico.

Apesar de completar um ano no cargo, o treinador não tem muito que comemorar. Ao ser contratado no ano passado sua missão era livra o time da degola no campeonato brasileiro e agora se encontra mais uma vez lutando contra a segunda divisão.

 

(Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória / Divulgação)
(Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória / Divulgação)

No entanto, diferente do ano passado, Mancini sofre pressão e balança no cargo, alguns já dão como certa a demissão do treinador caso perca para o Sport nesta quinta-feira.

Mancini e seus comandados não tiveram nem tempo de digerir a goleada sofrida no ultimo domingo para o arquirrival e já tem que olhar para frente, assim pensa também o volante Willian Farias.

"A gente, todo ano tem uma expectativa nova, de não vivenciar aquilo que passou nos anos anteriores porque é uma situação ruim. Brigar por um título é bom, quer brigar toda vez, contra o rebaixamento não. A cada montagem de elenco, a cada... Nesse terceiro ano que estou aqui foram novos presidentes que entraram, enquanto você cria expectativa para que não aconteça o que aconteceu nos anos passado. Quando chega, continua... É chato. Talvez uma certa experiência de brigar para não cair, só que essa experiência é ruim. A gente quer fazer com que isso não aconteça. Obviamente que o campeonato é longo e a gente quer fazer algo diferente, não deixar que nas últimas rodadas a gente estava nessa situação. [...] Todo mundo fica chateado (com a derrota no Bavi). Desde o cara que jogou até o funcionário do clube. Todo mundo fica chateado. A gente tem que virar a chave, já foi, não volta mais. Hoje a gente já está se recuperando mentalmente do que passou domingo para que quinta-feira não aconteça o que aconteceu lá", disse o atleta.

 

(Foto: Maurícia da Matta/Divulgação/EC Vitória)
(Foto: Maurícia da Matta/Divulgação/EC Vitória)

O jogador falou também da atitude e da postura do time que para ele tem que ser diferente diante do time do Sport.

"Tem que mudar atitude, ser um pouco mais competitivo, brigar em cada dividia, em cada lance e ganhar os três pontos. Se a gente não brigar, não mudar, ganhar os três pontos são fundamentais", frisou.

O Vitória fez seu ultimo treino na tarde desta quarta-feira visando o confronto porem o time titular não foi revelado, o volante William Farias deve voltar ao time titular após ficar no banco no ultimo jogo e os laterais Benítez e Jeferson permanecem como dúvidas, ambos ainda em tratamento intensivo.

(Foto: Maurícia da Matta/Divulgação/EC Vitória)
(Foto: Maurícia da Matta/Divulgação/EC Vitória)

Sport em mau momento

O Leão do Recife busca afastar a má fase e para isso o treinador Claudinei Oliveira vai manter a mesma equipe que enfrentou o Fluminense no domingo passado.

(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)
(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

No treino desta quarta-feira ainda no Recife o comandante do Sport confirmou que a equipe será a mesma do ultimo jogo, no entanto um corte na boca do lateral Sander fez com que o treinador mexesse no time pernambucano, no final do treino Raul Prata foi para lateral esquerda e Claudio Winck entrou no time para jogar na direita.

Sander vai jogar. Ele até queria voltar para o treino. Caso ele não possa jogar, vamos manter essa formação que terminou o treino”, comentou Claudinei.

Velho conhecido do comandante, que treinou o time baiano em 2015, Claudinei falou como o Sport deve se comportar diante do Vitória.

Sei que a cultura do Vitória é de pressionar os primeiros minutos. Se a gente conseguir conservar o resultado ou abrir o marcador eles começam a ficar pressionados. Num primeiro momento acho que vamos precisar de cautela”, afirmou.

 

(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)
(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

A gente prefere sempre jogar na Ilha, diante do nosso torcedor, onde estávamos invictos. Mas fora de casa não podemos abrir mão de tentar a vitória. Temos duas vitórias fora e vamos buscar mais”, completou o treinador.

Os jogadores do Sport sabem da situação do time baiano, porem sabem bem que no campeonato brasileiro não existe jogo ganho.

Não tem esse negócio de jogo mais fácil pela situação do adversário. O Vitória vem de uma derrota num clássico, mas as duas equipes estão precisando pontuar. Então é focar nesse jogo para voltar a vencer, pois será um jogo de detalhes, onde a gente vai precisar de muita concentração”, afirmou o lateral-direito Raul Prata.

Se o treinador Claudinei Oliveira conhece o time do Vitória, outro que conhece o time adversário é o meio-campista Gabriel, baiano e ex-atleta do Bahia, o camisa 30 sabe as dificuldades de jogar no Barradão.

Jogar lá é sempre muito difícil. Mas a torcida tem uma certa impaciência quando as coisas não saem do jeito que eles querem”, disse. “Joguei vários ‘Ba-Vi’, e pelo Flamengo já fiz gol lá também. Acho que está na hora de a gente vencer”, disse.

Raio X do confronto

Em Campeonatos Brasileiro, Vitória e Sport se enfrentaram 22 vezes (8 triunfos do Vitória, 9 do Sport e 5 empates), porem jogando no Barradão o Vitória leva vantagem, em 11 jogos são 6 ganhos pelo time baiano, 3 vitórias do Sport e 2 empates.

Nos 22 jogos pelo Campeonato Brasileiro o Vitória marcou 25 gols, enquanto o Sport marcou 26, o jogo com maior número de gols entre as equipes foi um 4x3 para o Vitória em 2000.

O Vitória é o primeiro time fora da zona do rebaixamento, com 15 pontos conquistados (4 vitórias, 3 empates e 7 derrotas), um triunfo sobre o Sport além de afastar o time do zona perigosa, dá mais tranquilidade ao treinador Vagner Mancini para o restante do campeonato, uma derrota pode significar o fim de mais uma passagem do treinador que mais vezes treinou a equipe baiana.

Já o Sport mesmo sem vencer a quatro jogos no campeonato brasileiro é o decimo colocado, por enquanto não se vê ameaçado pelo perigo do rebaixamento e olha para a parte de cima da tabela. Uma vitória do time pernambucano aproxima muito o Sport da zona de classificação da Pré-Libertadores.

Vitória e Sport jogam nesta quinta-feira (26), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro as 19:30 no Barradão.

VAVEL Logo