Claudinei não comparece em coletiva, mas diretoria do Sport garante permanência
Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Claudinei não comparece em coletiva, mas diretoria do Sport garante permanência

Treinador foi defendido pelo executivo de futebol, Klauss Câmara que avaliou o momento do time no Brasileirão

miguel-angelo
Miguel Inácio

A coletiva pós-jogo do Sport não teve a presença do comandante do time, como de costume. Após a goleada sofrida por 4 a 1 no Maracanã contra o Flamengo, foi o executivo de futebol, Klauss Câmara, quem deu as caras para a imprensa. A expectativa era de uma possível demissão do técnico rubro-negro, mas o dirigente confirmou a permanência de Claudinei no comando do Leão.

De acordo com o dirigente, a ação foi para poupar as cobranças em cima do treinador. Câmara defendeu também o elenco e disse que o trabalho de Claudinei é avaliado como positivo.

"É o momento da diretoria tirá-lo daqui para também assumir a responsabilidade que compete a nós. O treinador, assim como o grupo de atletas, tem a nossa confiança apesar dos resultados negativos. A gente sabe que não é o momento que queríamos estar. Não estamos felizes e satisfeitos, mas com muito trabalho e dedicação a gente vai sair, com certeza, dessa situação", declarou.

Questionado sobre a postura dos jogadores em campo, Klauss admitiu incômodo, mas defendeu união dentro do clube.

"A gente está vendo isso, mas não de forma individualizadas, com nomes. Estamos incomodados com a postura e com os resultados, principalmente. Mas, em contrapartida, só com muito trabalho e união vamos sair desse momento ruim", disse.

Sobre a negociação de Éverton Felipe com o Flamengo, Câmara confirmou interesse também do São Paulo pelo jogador e, mesmo com o elenco em sub-rendimento e vendo o meia como boa opção, disse que é necessário ouvir os interesses de todas as partes antes de tomar decisões. 

VAVEL Logo