Com gol olímpico de Sornoza, Fluminense vence Defensor pela Sul-Americana
FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.

Com gol olímpico de Sornoza, Fluminense vence Defensor pela Sul-Americana

Apesar de muita cera adversária, Tricolor marca duas vezes no fim e sai com vantagem para a partida no Uruguai

francesco-chianelli
Francesco Chianelli
Fluminense FCJúlio César, Léo, Gum, Digão, Ayrton, Airton, Jadson, Matheus Alessandro, Pedro e Marcos Júnior. Técnico: Marcelo Oliveira.
Defensor SCReyes, Carrera, Correa, Maulella, Suárez, Rabuñal, Cardacio, Cougo, Goñi, Waterman e López. Técnico: Eduardo Acevedo.
PlacarDigão 1-0, Sornoza 2-0
ÁRBITROGerman Delfino (ARG)
INCIDENCIASJogo válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana, no Estádio do Maracanã.

O Fluminense recebeu o Defensor (URU), no Maracanã, na noite dessa quinta-feira (2), pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. O embate terminou com vitória tricolor por 2 a 0, com gols de Digão e Sornoza.

As duas equipes realizarão o confronto de volta na quinta-feira (16), às 21h45, no Estádio Luis Franzini.

Foto: Mailson Santana/FFC
Foto: Mailson Santana/FFC

Com posse favorável e bolas aéreas frequentes, Fluminense termina melhor a primeira etapa

O Tricolor das Laranjeiras iniciou a partida avançando ao ataque, investindo em jogadas aéreas. Nos primeiros minutos, Sornoza recebeu a bola na esquerda e cruza na cabeça de Gum, que cabeceou com perigo à meta do Defensor. Já aos 19 minutos, Léo tomou a posse da bola na direita, levou para o fundo e coloca na cabeça de Sornoza que, dentro da área, finalizou para fora do gol dos uruguaios.

Tomando conta da posse de bola, o Fluminense voltou a avançar aos 20 minutos, quando Ayrton aplicou uma linda caneta em Suárez, conduziu a bola ao fundo e rolou pra Sornoza, que finalizou com muito perigo, mas estava impedido pelos pés de Reyes de anotar o tento.

Além disso, aos 28 minutos o meia Cougo saiu lesionado, para a entrada do volante Rivero. Com isso, o técnico tricolor orientou Matheus Alessandro a alternar seu posicionamento, aparecendo pelo lado direito para tentar pressionar o defensor Goñi.

Defensor faz muita cera para segurar o jogo, e segundo tempo é dominado pelo Fluminense

O tricolor começou a pressionar ainda mais a partida os 12 minutos, quando o atacante Everaldo entrou na vaga de Léo, deslocando o Jadson para a lateral direita. 

Os ataques pelas pontas começaram a aparecer cada vez mais. Matheus Alessandro fez bela jogada individual pela esquerda, entrou pedalando na área, mas chutou sem força nas mãos de Reyes.

Após isso, o lance mais perigoso da partida ocorreu. Aos 22 minutos, Everaldo lançou uma excelente bola longa para Marcos Júnior, que carregou a bola para o fundo e deixou Pedro frente a frente com o goleiro, que perdeu a chance de abrir o marcador.

Entre lances de perigo do Fluminense, a equipe uruguaia tentou segurar o resultado para decidir o confronto em sua casa, proporcionando discussões como a de Digão com Carrera, que resultou em cartão amarelo para ambos.

Depois de muita cera dos uruguaios, aos 41 minutos, Sornoza bateu escanteio e Digão subiu mais alto que todos os defensores do Defensor, estufando a bola no fundo das redes e colocando o Fluminense na frente do placar.

Entretanto, a emoção ficou guardada para os útlimos minutos de jogo. Surpreendendo todos os seus adversários, Sornoza marcou um gol olímpico aos 48 minutos, decretando a hegemônica vitória tricolor.

VAVEL Logo

Fluminense FC Notícias

há 9 horas
há um dia
há 2 dias
há 3 dias
há 4 dias
há 5 dias
há 8 dias
há 7 dias
há 10 dias
há 10 dias
há 10 dias