Em jogo de arbitragem confusa, Botafogo e Santos empatam sem gols
Foto: Pedro Ernesto Guerra/Santos FC

Em jogo de arbitragem confusa, Botafogo e Santos empatam sem gols

Equipe santista perdeu uma chance incrível, com Yuri Alberto. Já o Botafogo, reclama de gol anulado no final do jogo

Millamagalhaes3
Camilla Magalhães
BotafogoSaulo; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Yuri; Matheus Fernandes e Rodrigo Lindoso; Igor Fernando, Valência e Rodrygo Pimpão. Técnico: Bruno Lazaroni (interino).
SantosVanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Luiz Felipe e Dodô; Alison, Renato e Carlos Sánchez; Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique. Técnico: Cuca
ÁRBITROPaulo Roberto Alves Junior (PR) Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Luciano Roggembaum (PR).
INCIDENCIAS17° rodada do Campeonato Brasileiro Série A Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro-RJ Data: 04 de agosto de 2018, sábado Horário: 16h (de Brasília)

Em jogo tecnicamente fraco, o Botafogo recebeu o Santos na tarde deste sábado (4) no Estádio Nilton Santos, pela 17° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro e ficou no empate em 0 a 0. O time mandante fez gol nos minutos finais, mas mesmo com indecisão do árbitro o carioca acabou tendo o gol anulado, o que gerou muita reclamação.

Com o resultado, o Botafogo subiu para a 10° posição e sem derrotas dentro de casa. Já o Santos soma seu sexto jogo sem vitória, subiu para 15° posição, com 17 pontos, mas pode voltar a zona de rebaixamento ao término da rodada.

O primeiro tempo foi bem tranquilo. A primeira chance de gol veio apenas aos 19 minutos da etapa inicial, quando o estreante Carlos Sánchez bateu escanteio e a bola sobrou para Dodô, que bateu e quase superou o goleiro Saulo. No lance seguinte, Alison tentou alcançar a bola, mas o árbitro já marcava posição de impedimento. O Botafogo respondeu na sequência, Matheus Fernandes finalizou de fora da área e a bola acabou desviando no caminho, quase enganando o goleiro Vanderlei, que conseguiu espalmar. 

Aos 36, Pimpão subiu pela direita e mandou para a área do Peixe e encontrou Leo Valência na área, que bateu sobre Victor Ferraz e perdeu grande chance. No lance seguinte o zagueiro Gustavo Henrique cortou mal e entregou a bola de presente para a equipe da casa. Pimpão cruzou, Kieza foi travado e a bola sobrou para Luiz Fernando na pequena área, na qual ele chutou para fora e perdeu ótima chance de abrir o placar.

Nos minutos iniciais do segundo tempo, o Botafogo quase abre o placar quando Léo Valência bateu falta falta na área do Santos, Joel Carli resvalou, Igor Rabelllo bateu de joelho e a bola passou perto da trave. O técnico Cuca sacou Gabriel Barbosa, que mais uma vez estava mal na partida para a entrada de Yuri Alberto. E foi justamente dele a melhor chance de gol que acabou sendo desperdiçada. Após contra- ataque, Sánchez rolou para esquerda, a defesa do Botafogo tocou na bola e deixou nos pés de Victor Ferraz. O lateral finalizou, o goleiro Saulo defendeu de forma esquisita e a bola acabou batendo no travessão. No rebote, embaixo da trave, Yuri Alberto perde uma chance incrível. 

Aos 39 minutos, veio o lance polêmico da partida. Renatinho recebeu a bola atrás da defesa do Santos e mandou para o fundo das redes. O árbitro Paulo Roberto Alves Jr anulou o gol ao considerar que Luíz Fernando, que estava impedido, tinha participado da jogadas. Depois de muita reclamação, o juiz deu o gol e voltou atrás novamente. A partir de então as equipes até tentaram, mas não conseguiram sair do zero. 

Na quarta-feira (8), o Santos volta a campo diante do Ceará, no Estádio Presidente Vargas, às 19h30, em partida antecipada pela 20° rodada do Campeonato Brasileiro Série A. Já o Botafogo recebe o Nacional-PAR, na quinta-feira (9), às 19h30, pelo jogo de volta da Copa Sul-Americana

VAVEL Logo

Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

há 2 dias
há 3 dias
há 5 dias
há 7 dias
há 13 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 15 dias
há 19 dias