Vitor Feijão marca, Criciúma bate Sampaio Corrêa fora de casa e sobe na tabela da Série B
Criciúma chega ao quarto jogo de invencibilidade (foto: Divulgação/Sampaio Corrêa)

Vitor Feijão marca, Criciúma bate Sampaio Corrêa fora de casa e sobe na tabela da Série B

Com três vitórias e um empate nos últimos quatro jogos, Carvoeiro deixa a zona de rebaixamento e chega à 14ª colocação

gustavomilioli
Gustavo Milioli
Sampaio CorrêaBusatto; Marcelo, Joécio, Maracás e Kaike; Diego Silva, William e Fernando Sobral; Matheuzinho, Uilliam e Bruninho. Técnico: Paulo Roberto Santos
CriciúmaLuiz; Carlos Eduardo, Nino, Liel e Marlon; Jean Mangabeira, Marlon Freitas, Eduardo e Alex Maranhão; Vitor Feijão e Nícolas. Técnico: Mazola Júnior
Placar0-1, 07/2T, Vitor Feijão
ÁRBITROPathrice Wallace, auxiliado por Diogo Carvalho e Gabriel Conti, todos do Rio de Janeiro
INCIDENCIASPartida válida pela 19ª rodada da Série B, no estádio Castelão, em São Luís/MA

Para confirmar o melhor momento no Campeonato Brasileiro da Série B, o Criciúma visitou o Sampaio Corrêa na noite deste sábado (04) e conseguiu uma importante vitória. Vitor Feijão no início do segundo tempo anotou o tento que garantiu a ascensão do time na tabela, que, em quatro rodadas, saiu da 19ª para a 14ª posição.

Os dois times começaram a partida dentro da zona de rebaixamento. Os mandantes, pressionados e com a estréia de seu novo treinador, Paulo Roberto Santos, eram o 19º colocado. Os visitantes, com os resultados paralelos da rodada, retornaram ao 18º posto, criando um legítimo jogo de seis pontos no Castelão.

Por jogar em casa, o Sampaio Corrêa procurou tomar a iniciativa da partida na primeira etapa. Logo aos três minutos, a Bolívia deu um susto no goleiro Luiz quando Diego Silva arriscou da entrada da área e viu a bola passar perto da trave direita do arqueiro.

Com mais posse de bola, o Sampaio trocava passes porém sem grande objetividade. Num jogo estudado, ambas as equipes tinham cautela para não deixar espaços na defesa, causando um embate morno e sem muitas oportunidades de gol.

As melhores chegadas se baseavam por meio de cruzamentos e bolas paradas. Com 21 minutos, Matheuzinho conseguiu dominar e ajeitar seu corpo para o chute, mas acabou finalizando em cima de Luiz. Aos 30, Fernando Sobral alçou na área para Joécio cabecear, mas a bola passou sobre o gol.

O Criciúma chegou com mais consistência apenas nos momentos finais do primeiro tempo. Aos 40, Vitor Feijão foi derrubado perto da grande área, na cobrança Alex Maranhão bateu com força mas pecou na pontaria. Cinco minutos depois, de novo Alex Maranhão teve aquela que foi a melhor chance da primeira etapa. Num rápido contra-ataque, ele recebeu um lançamento de Marlon, invadiu a área, mas na hora de finalizar acabou chutando para fora, por cima do gol de Busatto.

O Criciúma voltou para a segunda etapa mais disposto a mudar a história da partida. O time adiantou a marcação e encurralou o Sampaio em seu campo de defesa, mudando totalmente a postura na volta do intervalo.

Não demorou para a nova tônica dar resultado. Logo aos 7 minutos do segundo tempo, Alex Maranhão com liberdade cruzou rasteiro, Nícolas fez o desvio e Vitor Feijão dentro da pequena área completou para o gol. Emprestado pelo Paraná, o atacante marcou seu segundo gol com a camisa do Criciúma.

Com a vantagem em mãos, o Tigre voltou a marcar atrás da linha da bola, fazendo o Sampaio voltar a ter a posse. Mas o nervosismo, causado pela má fase em que o time se encontra, e a baixa qualidade técnica dos jogadores em campo, fizeram com que as tentativas não resultassem em gol. Priorizando o contra-ataque, o Criciúma acabou tendo melhores chances para ampliar o placar.

Perto do fim do jogo, o Criciúma quase ampliou. Joanderson, que veio do banco, saiu cara a cara com Busatto, mas não pegou em cheio na bola facilitando a defesa do goleiro.

Luiz, que não precisou realizar nenhuma grande intervenção no segundo tempo, chegou ao terceiro jogo seguido sem sofrer gols na competição. Em uma vitória para confirmar a melhor fase dos comandados de Mazola Júnior na Série B, o Tigre sobe para 23 pontos na tabela e ganha tranquilidade para a sequência do torneio.

Por outro lado, o Sampaio continua na penúltima colocação, com os mesmos 16 pontos, mas agora distante cinco pontos do primeiro fora do Z-4.

Na próxima rodada, o Sampaio Corrêa visita o Coritiba, sexta-feira (10), às 21h30. Um dia depois, o Criciúma recebe o Atlético-GO, às 16h30, no Heriberto Hülse.                               

VAVEL Logo

Criciúma Notícias

há 6 dias
há 10 dias
há 15 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há 2 meses
há 2 meses