Em duelo dos desesperados, Paraná e Ceará se enfrentam na Vila Capanema

Amargando as duas últimas posições do Campeonato Brasileiro, os times se enfrentam em jogo decisivo na briga para fugir do Z4

Em duelo dos desesperados, Paraná e Ceará se enfrentam na Vila Capanema
(Robson Mafra / Paraná Clube)
Paraná
Ceará
Paraná: Thiago Rodrigues; Junior; Cleber Reis; Rayan; Mansur; Leandro Vilela; Alex Santana; Caio Henrique; Silvinho; Rodolfo; Rafael Grampola
Ceará: Everson; Fabinho;Tiago Alves; Eduardo Brock; João Lucas; Edinho; Richardson; Jown Cardona; Juninho Quixadá; Arthur; Leandro Carvalho
ÁRBITRO: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro série A, entre Paraná e Ceará no estádio Vila Capanema, às 16h.

Ocupando as duas últimas posições na tabela do Campeonato Brasileiro, Paraná e Ceará se enfrentam nesse domingo (05), no estádio Vila Capanema, em Curitiba, às 16h. O confronto é decisivo, embora nenhum dos dois times consiga fugir da zona de rebaixamento nessa rodada, pois o vencedor aumenta suas chances na briga contra o Z4, enquanto afunda o rival na lanterna da competição.

Tricolor na busca pelo equilíbrio

Vindo de duas derrotas consecutivas, para Atlético-MG e Palmeiras, o Tricolor da Vila tem 13 pontos e ocupa o 19ª posição no Brasileiro.  Em entrevista coletiva, o técnico Rogério Micale afirmou que o time precisa de um equilíbrio, sendo sólido defensivamente e oportunista no ataque.

"Temos que ter uma equipe equilibrada, em um campeonato da Série A, temos que tomar poucos gols e aproveitar, nas oportunidades que aparecerem, temos que aproveitar. Agora é buscar essa zona de equilíbrio para melhorar na tabela", disse.

Um possível reforço ofensivo para a partida é o atacante Rafael Grampola, que chegou de empréstimo do Joinville, já está registrado no BID e pode estrear com a camisa paranista. Ele deve começar jogando já que o titular da posição, Carlos, está no departamento médico, devido a uma lesão na coxa.

Além da pressão da torcida por resultados, o jogo também marcará o reencontro do clube com Lisca, ex-treinador da equipe. Demitido  de forma polemica no meio da última temporada, o atual comandante do Ceará foi acusado de promover um forte desentendimento interno, após uma briga dele com o então auxiliar-técnico Matheus Costa.

Lisca foi demitido do Paraná de forma polêmica no meio da temporada de 2017 (Geraldo Bubniak / Paraná Clube)

Vozão valoriza intensidade e atenção

Pelo outro lado, o Vovô vem de um resultado positivo, uma vitória em casa contra o Fluminense, que animou o elenco para a sequência da temporada. Em entrevista coletiva, o zagueiro Valdo destacou a importância do jogo e a intensidade necessária para vencer.

"É uma decisão para as duas equipes, um confronto direto nesta briga para deixar o Z-4 da Série A. Temos que ter o máximo de atenção durante os noventa minutos para sairmos de lá pontuando, com um grande resultado. Essa partida tem tudo para ser marcada pelo equilíbrio. Precisamos ter intensidade do primeiro ao último minuto", disse. 

O Alvinegro também terá mudanças para o confronto. Com as baixas de Samuel Xavier (suspenso) e de Luiz Otávio (no departamento médico), Fabinho e Eduardo Brock devem assumir as posições, respectivamente. No meio-campo, Richardson retorna de suspensão e deve ser titular.