Pressionado, Jorginho precisa fazer Vasco reencontrar caminho das vitórias

Sendo muito criticado pela torcida por conta das três derrotas seguidas, o técnico se encontra em um momento determinante no jogo contra LDU pela Sul-Americana

Pressionado, Jorginho precisa fazer Vasco reencontrar caminho das vitórias
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

Jorginho vem enfrentando um momento delicado em seu comando no Vasco. Com apenas dois meses no comando, nesse novo mandato, o treinador vem enfrentando bastante críticas da torcida após a derrota para o São Paulo na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a hashatg #ForaJorginho, os torcedores vascaínos tornaram esse um dos assuntos mais comentados no domingo, dia do jogo, no Twitter. A derrota para o time paulista foi a terceira seguida sofrida pelo time comandado por Jorginho, irritando bastante os torcedores que estavam esperando uma reação do Vasco com a chegada do comandante. Com o aproveitamento de três vitórias, dois empates e quatro derrotas, o torcedor espera ver mais do clube em campo.

Nesta terça-feira (7), o comitê do clube se reunirá para discutir assuntos pendentes. Geralmente nessas reuniões, pautas como contratações, vendas ou demissões são debatidas. E o técnico deve entrar nesses assuntos, mas no momento não deve correr tanto perigo. Jorginho aparante ter uma boa relação com o presidente Alexandre Campello, que ainda não demonstrou nenhum incomodo com o comando, e que a pressão imposta no treinador é mais externa do que interna.

Apesar do seu bom relacionamento com o presidente, muitos olham o jogo contra o LDU pela Copa Sul-Americana como decisivo para o treinador. Vasco perdeu o primeiro jogo de três a um e precisará vencer de dois gols de diferença, no mínimo, para avançar na competição.

Contratado na época da parada da Copa do Mundo, Jorginho teve tempo para treinar e preparar a equipe para a volta das competições, mas a consistência ainda não é vista no time, que sofre apagões de desatenção, além de ser uma das defesas mais vazadas do Campeonato Brasileiro. Porém, a melhora do time no segundo tempo do jogo no Morumbi foi notória, mas as substituições foram alvo de muitas críticas pelos torcedores.

"Pode ser que a pressão por um resultado melhor, talvez uma colocação melhor pese, mas a realidade é que temos trabalhado muito. Eles sabem quem eles são e o que eles querem, e foi muito bom eles verem que é possível nós alcançarmos uma posição melhor. Nossa posição é de alerta e não de desespero", disse Jorginho após o jogo contra o São Paulo.