Bruno Guimarães cumpre profecia da mãe na goleada do Atlético-PR sobre Peñarol

Dona Márcia havia sonhado com gol do filho no Uruguai e ele aconteceu na vitória do Furacão por 4 a 1

Bruno Guimarães cumpre profecia da mãe na goleada do Atlético-PR sobre Peñarol
Foto: Divulgação/Atlético-PR

No dia da decisão entre Atlético-PR e Peñarol, em Montevidéu, a mãe de Bruno Guimarães, dona Márcia, diz ter sonhado que seu filho marcaria um gol. E aconteceu. Bruno marcou já no final da partida e deu números finais ao jogo: 4 a 1 para o Furacão.

"Mãe sempre sonha e acredita, né? Tirei um cochilo à tarde e, quando acordei, comentei com o meu marido que o Bruno ia fazer um gol, mas que no meu sonho tinha sido o primeiro gol do jogo. Não foi, mas ele fez. Eu mesma já estava achando que não ia acontecer, mas deu tempo. A gente sempre fala com ele, de ser elemento surpresa, o Bruno gosta de jogar avançado, e se tiver oportunidade para chutar, tem que chutar. Eu quis tanto que ele fizesse o gol que acho que acabei 'chamando'", disse a mãe do jogador em entrevista ao GloboEsporte.com.

Foi apenas o terceiro gol de Bruno com a camisa rubro-negra, mas com certeza o mais importante já que, além de fechar a goleada história, foi o primeiro gol dele fora do Brasil.

"Meu primeiro gol fora do país. Espero que venham muitos. Minha mãe é demais. Ela falou, "filho, chuta! Você não chuta, nunca vai fazer gol". Foi a única bola que eu chutei e fiz o gol. Fui na área e consegui fazer. Fico feliz por ajudar o time e o Tiago. Todos me dão confiança, é 100%. Contente demais por evoluir a cada etapa", comemorou.

Com a cabeça voltada para o Brasileirão, o volante comentou a fase na competição nacional, onde o Furacão luta para escapar do Z-4."Hoje foi um pouco do time de guerra, né? Sabíamos que jogar aqui era difícil, o campo, a torcida, mas deu certo o time de guerra mais uma vez. Vamos tentar repetir isso contra o Ceará, sabemos que é um jogo difícil, mas temos que ir lá e tentar buscar os três pontos. Essa partida deu muita confiança para o restante. Esperamos conseguir outra vitória", pontuou.

Agora o Atlético-PR enfrenta o Caracas, da Venezuela, pelas oitavas de final da Sul-Americana, mas antes volta suas atenções para o Brasileiro, onde a equipe tem confronto direto contra o Ceará, fora de casa, neste sábado (11).