Classificado, Enderson Moreira afirma que Bahia teve grande poder de luta no Uruguai

Treinador mostrou satisfação com forma que equipe soube competir dentro de campo, principalmente após a expulsão de Nilton

Classificado, Enderson Moreira afirma que Bahia teve grande poder de luta no Uruguai
(Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/Bahia

Depois do empate por 1x1 contra o Cerro do Uruguai que garantiu classificação inédita para as oitavas de finais da Copa Sul-Americana, o técnico Enderson Moreira se mostrou satisfeito com a atuação do Bahia. Se tecnicamente os atletas não estiveram em uma noite tão brilhante, a raça, a vontade e a luta foram fatores compensantes e elogiáveis na visão do treinador.

"Sabíamos que eles viriam com tudo. Estavam em casa, acostumados com o campo, buscando um resultado adverso. O clima muito frio foi outro adversário, mas o grupo mostrou grande competitividade e temos que enaltecer isso."

Para colocar ainda mais tonalidade ao poder de luta da equipe, Enderson também pontuou a expulsão de Nilton, que deixou o tricolor com um a menos e fez com que a pressão do Cerro aumentasse.

"Perder um jogador, ficar com um a menos. É sempre muito difícil. Tivemos que mudar, fazer alguns ajustes, e isso gerou sacrifícios por parte de todos os atletas."

No final da coletiva, a temática teve como base a virada de chave, com o foco novamente no Brasileirão. Brevemente, EndersonMoreira falou sobre a partida de sábado (11) contra o América Mineiro, sua ex-equipe.

"Será um jogo muito difícil e espero que o nosso torcedor entenda isso. Conheço o América. É uma equipe que marca muito forte e sabe fechar bem os corredores. Precisaremos de muito apoio das arquibancadas. Será uma partida de suma importância."