Borja marca duas vezes e Palmeiras sai em vantagem diante do Cerro Porteño
Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Borja marca duas vezes e Palmeiras sai em vantagem diante do Cerro Porteño

Verdão venceu no Paraguai por 2 a 0, com dois gols do atacante colombiano e tem boa vantagem para jogo de volta

samueljmsoares
Samuel Soares
Cerro PorteñoAntony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Escobar,Acosta; Palau, Rodrigo Rojas, Jorge Rojas, Novick, Óscar Ruíz; Churín. TEC: Luis Zubeldía
PalmeirasWeverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena, Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Hyoran, Moisés, Dudu; Borja. TEC: Luiz Felipe Scolari
PlacarBorja (2): 46 min, 70 min

Nesta quinta-feira (09/08),  o Cerro Porteño foi derrotado pelo Palmeiras no seu estádio, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Foi a primeira vitória de Felipão no seu retorno ao alviverde. O atacante colombiano Miguel Borja marcou os dois gols para o Verdão

O primeiro tempo não apresentou muitos destaques, foi fraco tecnicamente. As equipes levaram pouco perigo às metas adversárias. Com um minuto de jogo Moisés já havia recebido cartão amarelo. O Cerro começou os cinco primeiros minutos propondo o jogo e o Palmeiras tentando explorar a saída em contra ataque. A partir dos 10 minutos, o Palmeiras já conseguiu sair um pouco mais para o jogo e manter a posse de bola. Entretanto a partida esteve bastante truncada no meio de campo, com muitas bolas rebatidas e erros de passe. A equipe mandante não conseguia trabalhar suas jogadas e o Verdão explorava as bolas longas.

A marcação alta da equipe palmeirense obrigava o Cerro Porteño tentar começar as jogadas com chutões para as laterais, que não tinham muita eficiência. Borja e Moisés sempre ficavam a frente das duas linhas de quatro do alviverde para pressionar, alternando entre si o momento do bote. Hyoran e Dudu atuavam pelas laterais.

A dificuldade na criação que esteve presente durante os 45 primeiros minutos foi refletida no baixo número de finalizações, foram apenas seis somando os números dos dois clubes.

Antes mesmo que as equipes pudessem colocar em prática o que seus treinadores passaram no vestiário, Borja abriu o placar para o Palmeiras com um minuto da segunda etapa. O jogador aproveitou uma bola levantada na área, que teve desvio de jogador adversário.

O gol do time visitante fez com que a equipe paraguaia se preocupasse mais em ir ao ataque, o que deixou mais espaço na faixa central do campo, facilitando a construção de jogadas para a equipe de Felipão.

Já quase na metade do segundo tempo, a equipe do Cerro seguia tendo dificuldades de criação, tanto com a posse de bola como pelo jogo aéreo. Com a vantagem no placar, o Verdão tentava ganhar tempo valorizando a posse de bola e explorava saídas em velocidade. Numa dessas tentativas, Diogo Barbosa construiu grande jogada e no rebote o Palmeiras criou nova chance para conclusão e segundo gol de Borja, após grande assistência de Moisés.

Na reta final do jogo, o time azulgrana conseguiu chegar algumas vezes com perigo ao gol palmeirense, mas sem sucesso. A defesa do Palmeiras consagrou a partida sólida que vinha fazendo.

O jogo de volta acontecerá no Allianz Parque, no dia 30/08. A equipe Palmeirense volta a campo no domingo (12/08) para o duelo contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo

Sociedade Esportiva Palmeiras Notícias

há 15 dias
há 15 dias
há 16 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 18 dias
há 19 dias
há 21 dias
há 21 dias
há 21 dias
há 22 dias