Para quebrar tabus, São Paulo vai à Recife enfrentar Sport pelo Brasileirão
Para manter a liderança, São Paulo vai a Recife enfrentar o Sport. Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net

Para quebrar tabus, São Paulo vai à Recife enfrentar Sport pelo Brasileirão

São Paulo não consegue se manter na liderança por duas rodadas consecutivas desde 2013 e não vence o Sport como visitante desde 2012. Enquanto Tricolor lidera o Brasileirão, Leão é o pior do período Pós-Copa e luta no meio da tabela

marcos-antomil
Marcos Antomil
Sport Magrão; Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Deivid, Fellipe Bastos; Rogério, Gabriel e Rafael Marques (Marlone); Carlos Henrique. Técnico: Claudinei Oliveira.
São Paulo Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson e Liziero (Jucilei); Nenê, Rojas e Everton; Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre
ÁRBITROAnderson Daronco (FIFA-RS), Assistente 1: Rafael da Silva Alves (CBF-RS) e Assistente 2: Michael Stanislau (CBF-RS).
INCIDENCIAS18ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Ilha di Retiro.

2013 não é um ano guardado de forma positiva na memória de torcedores de Sport e São Paulo, times que se enfrentam neste domingo (12), na Ilha do Retiro, no Recife, às 16h. Naquele ano, o Sport disputava a Série B do Campeonato Brasileiro, enquanto assistia seu rival Náutico na divisão principal. Já os são-paulinos lembram do risco iminente de rebaixamento, cessado com a chegada do técnico Muricy Ramalho.

Mas 2013 não foi de todo ruim para as duas equipes. O time pernambucano terminou em 2º na Série B, ficando atrás apenas do Palmeiras e garantindo o acesso à primeira divisão do ano seguinte - onde não enfrentaria o rival alvirrubro, já que o clube capibaribe terminara na lanterna da Série A.

Tabu

O São Paulo, porém, tem algo ainda maior para defender em 2018 com relação a 2013. Foi há cinco anos a última vez em que o time do Morumbi permaneceu por duas rodadas consecutivas na liderança do Brasileirão. É certo que a liderança foi constituída entre a segunda e terceira rodadas da Série A daquela temporada, quando o Tricolor havia acumulado 7 pontos, com vitórias sobre Ponte Preta (2 x 0, no Moisés Lucarelli) e Vasco (5 x 1, no Morumbi) e um empate sem gols contra o Atlético-MG no Independência. Depois, o São Paulo acabou perdendo a liderança logo na rodada seguinte, quando perdeu, em casa, para o Goiás por 1 x 0.

Basta uma vitória simples na Ilha do Retiro para o time de Diego Aguirre manter a liderança e ainda quebrar um tabu que já dura 5 temporadas.

O Sport vem em mau momento na competição. Desde o retorno do Brasileirão, a equipe só conseguiu um empate - contra a Chapecoense na última rodada (1 x 1). O aproveitamento caiu de 52,8% para 6,6%.

Mais Lei do Ex

Se na rodada passada contra o Vasco, o São Paulo tinha maiores possibilidade de ver a Lei do Ex funcionar a seu favor, diante do Sport as coisas podem ser diferentes, e, no mínimo, se igualam.

No clube do Recife, dois ex-são-paulinos podem entrar em campo: o meia Michel Bastos e o atacante Rogério. O meio-campista teve constatada uma lesão de grau 1 na coxa direita antes do jogo contra a Chapecoense no fim-de-semana passado, porém teve boa recuperação, na quarta-feira já pôde treinar normalmente e estará à disposição do técnico Claudinei Oliveira.

Rogério também retorna após lesão na coxa esquerda, que o deixou fora das duas últimas rodadas. "Às vezes, quem está de fora é a solução. Você coloca e talvez ele não te ajude. Rogério estava no campo nos melhores momentos do Sport na Série A, como na vitória sobre o Palmeiras, que ele entrou no jogo e participou da virada. Eu sei que o torcedor pode ter alguma restrição, mas ele termina a jogada, dá profundidade. Do que eu peço, ele é o que mais me dá." - afirmou o treinador da equipe rubro-negra.

Além de Rogério e Michel Bastos, Claudinei Oliveira deverá contar com o atacante Morato, que chegou do São Paulo para o Sport na transação que envolveu o atacante Everton Felipe.

Do lado paulista, além de Diego Souza, que deixou o Sport no início desta temporada, o São Paulo terá no banco de reservas Everton Felipe - que deixou o Leão esta semana para acertar com o Tricolor. O atacante foi relacionado para a partida pelo técnico Diego Aguirre.

Em sua chegada ao clube, Everton Felipe valorizou as conversas que teve com Raí, diretor executivo de futebol do clube: "O Raí me ligou. E quando você sabe que o Raí conta com você, as coisas mudam, porque tem uma história sensacional no clube e no mundo. Eu disse que queria vir para cá, porque é muito importante para mim."

Outro são-paulino que poderá marcar contra seu ex-clube é o lateral-esquerdo Reinaldo, que esteve emprestado ao Sport entre os anos de 2012 e 2013, antes de sua primeira passagem pelo clube do Morumbi.

Altas e Baixas

Se no Sport o clima é favorável pelo retorno de jogadores importantes, no Morumbi há preocupações para este confronto de domingo. O técnico Diego Aguirre não poderá contar com os 12 jogadores a que tem direito no banco de reservas. 

Sem Rodrigo Caio (aprimoramento da forma física após cirurgia no pé esquerdo), Edimar (entorse no tornozelo esquerdo) e Gonzalo Carneiro (dores musculares), além de Lucas Fernandes (indisposição digestiva), o treinador uruguaio convocou apenas 20 atletas. Lembrando que esta será a primeira partida sem Éder Militão, vendido ao Porto-POR - Bruno Peres assumirá a posição na lateral-direita.

A boa notícia fica por conta do retorno do zagueiro Anderson Martins, que cumpriu suspensão automática na última partida por ter acumulado três cartões amarelos.

Retrospecto

O São Paulo não perde para o Sport desde julho de 2015, quando saiu derrotado da Arena Pernambuco por 2 a 0. De lá para cá, foram 5 jogos, com 2 vitórias são-paulinas e 3 empates. Dos últimos 16 confrontos entre as equipes pelo Brasileirão, o São Paulo só perdeu duas vezes.

Porém um dado histórico pesa a favor do Sport: o time pernambucano não perde como mandante para o clube do Morumbi desde outubro de 2012 - ano do último rebaixamento. Na ocasião, os paulistas construíram um placar de 4 x 2 na Ilha do Retiro. Desde então, foram 4 partidas, com dois empates e duas vitórias rubro-negras.

O Leão da Ilha começa a 18ª rodada em 12º lugar, com 20 pontos. Já o Tricampeão Mundial é líder do Brasileirão, com 35 pontos. Sport e São Paulo se enfrentam neste domingo (12), às 16h, na Ilha do Retiro.

 

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há 13 horas
há 14 horas
há 16 horas
há 18 horas
há um dia
há um dia
há um dia
há um dia
há um dia
há 2 dias
há 2 dias