Para tentar acabar com crise, Coritiba anuncia Paulo Pelaipe como diretor de futebol
Paulo Pelaipe se reúne com elenco do Coxa (Divulgação / Coritiba)

Para tentar acabar com crise, Coritiba anuncia Paulo Pelaipe como diretor de futebol

Novo gerente do Coxa ganhou destaque com os trabalho do Grêmio e Flamengo

SandroQuintanilha
Sandro Quintanilha

Na noite do último domingo (26), Paulo Pelaipe foi confirmado como o novo diretor de futebol do Coritiba. Ele assume o posto após a demissão de Augusto de Oliveira, junto com o ex-técnico Eduardo Baptista, em agosto, e tem como objetivo ajudar a superar a crise do alviverde na temporada.

Em entrevista coletiva, o novo gerente do Coxa-Branca mostrou entusiasmo com a oportunidade, mesmo sabendo do pouco tempo para apresentar resultados.

"É um enorme desafio, pois já passamos dois terços do ano, mas estou motivado e agradeço a confiança do Presidente e da Diretoria, um grande clube, uma grande torcida e um clube que tem que voltar ao seu lugar no cenário nacional", disse.

Com currículo vasto, os principais trabalhos de Pelaipe foram por Grêmio e Flamengo, onde conquistou sete títulos. Entre eles estão as edições da Copa do Brasil de 2001 e 2013,  a Série B de 2005, os Campeonatos Gaúchos de 2001, 2006 e 2007, além do Carioca de 2014. Seu último clube foi o Vasco, onde foi demitido após a chegada de Jorginho, em junho.

O Coxa vive momento delicado na Série B do Campeonato Brasileiro, tendo apenas três vitórias nos últimos 14 jogos. Mesmo com a diretoria afirmando que está procurando nomes no mercado para reforçar o elenco, as dívidas do clube dificultam as contratações. Insatisfeita, a torcida vem protestando durante todos os confrontos da equipe, cobrando principalmente dedicação dos jogadores. 

Na última rodada, o Verdão venceu, fora de casa, o Brasil-RS, por 1 a 0, e agora ocupa a 10ª posição na tabela, com 33 pontos. O próximo confronto do time coritibano será contra o Boa Esporte,  na terça-feira (04), às 19h15, no Couto Pereira

VAVEL Logo