Após maratona de jogos, Eduardo tem semana para reorganizar time titular do Sport

Será a primeira semana completa que o treinador terá disponível para treinamentos desde que reassumiu o comando do Leão

Após maratona de jogos, Eduardo tem semana para reorganizar time titular do Sport
Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Duas semanas atrás, Eduardo Baptista foi anunciado no Sport como novo treinador no lugar de Claudinei Oliveira, que pediu para sair. De lá para cá, o técnico comandou os rubro-negros em três ocasiões nos 12 dias de comando. Mas o retrospecto não foi nada bom. Três derrotas em três partidas, com sete gols sofridos e nenhum marcado, sequência que fez a equipe entrar na zona de rebaixamento.

Se o cenário não vem sendo bom até agora, esta semana pode ser a chance para Eduardo recolocar o time nos trilhos. Isso porque esta será a primeira semana que o técnico poderá focar inteiramente nos treinamentos e mudanças na equipe antes de voltar a campo no próximo domingo, contra o Paraná.

Entre os goleiros, a permanência de Magrão no time titular do Leão é incontestável. Ídolo máximo do clube, o arqueiro só não atuou quando esteve machucado no início do Brasileirão e foi substituído por Maílson. Inclusive, fez boas defesas na última partida contra o Botafogo, apesar de não conseguir evitar a derrota rubro-negra. Nas reservas, o Sport também conta com Luan Polli, recém-contratado do Naxxar Lions, de Malta, e Lucas, prata da casa.

Eduardo Baptista já tinha mexido em algumas peças na defesa, na última partida. A boa notícia é que não serão mais necessárias improvisações na lateral-direita, já que Cláudio Winck retorna após cumprir suspensão e Raul Prata se recuperou de lesão e estará disponível no fim de semana. A dúvida em relação à equipe titular é se Eduardo vai optar por uma peça mais defensiva (Prata) ou com melhor poder de ataque (Winck).

Na lateral-esquerda, Sander também volta após cumprir suspensão contra o Botafogo. O jogador é visto como titular absoluto na posição. As outras opções são Evandro, prata da casa, e Jean, que disputou a Série D pelo Tubarão-SC, e foi contratado durante a parada para a Copa do Mundo, mas que sequer teve chance na equipe titular rubro-negra.

O Sport tem quatro opções de composição na zaga. Ronaldo Alves atuou em 19 partidas nesta Série A pelo Leão, mas vem cometendo alguns erros nas partidas recentes. Ernando já disputou 17 partidas com a camisa rubro-negra neste Brasileirão. A maior parte delas fazendo dupla com Ronaldo Alves. Durval só foi utilizado duas vezes, uma delas na partida passada, contra o Botafogo, e pode ganhar espaço com Eduardo Baptista por já ter atuado sob o comando do treinador entre 2014 e 2015 no Sport. Léo Ortiz não conseguiu se firmar quando foi titular nas ausências de Ernando entre a 13ª e a 16ª rodada. Max, contratado este ano, e Adryelson, da base, são as outras opções para o setor.

Entre os volantes, Eduardo não contará com Devid, que está suspenso, para a próxima partida. Nonoca, contratado este ano e que atuou pelo sub-23 do Leão, pode ser uma opção. Outro que disputa a vaga é Jair, recém-contratado do Juventude, que estava fazendo uma boa Série B pela equipe gaúcha. Completando o setor, Fellipe Bastos, que já foi titular na última rodada, deve sair na frente na disputa da vaga contra Ferreira. Neto Moura, que ainda não foi aproveitado por Eduardo, também é opção para o setor.

Dentre os meias do Sport, Gabriel e Marlone têm desfrutado de mais chances. Apesar de virem atuando em posições um pouco diferentes, os dois jogadores são flexíveis e ambos podem atuar centralizados ou pelo lado direito do campo de ataque. Outras opções são Michel Bastos, que não vem atuando bem, e Andrigo, que não conseguiu se firmar desde que chegou contratado do Ceará, onde fez seis gols em 12 jogos. Pardal, prata da casa, também é opção para o setor, mas o jovem jogador ainda não deve ganhar oportunidades na equipe titular.

No ataque, Hernane Brocador, recém-contratado, parece sair na frente com Eduardo Baptista. Disputou as três partidas sob o comando do treinador como titular. Carlos Henrique, que marcou dois gols nesta Série A, também disputa a vaga. Rogério e Rafael Marques podem até chegar a disputar a vaga de centroavante, mas jogam costumeiramente pela esquerda do ataque. É lá que devem disputar vaga com os também recém-contratados Morato e Mateus Gonçalves.

O Sport enfrenta o Paraná no próximo domingo (2), às 16h, na Ilha do Retiro, no Recife. A partida será válida pela 22ª rodada do Brasileirão.