Mano Menezes prega humildade e vibra com classificação do Cruzeiro na Libertadores

Treinador fez questão de frisar que os resultados em casa, não tem interferência

Mano Menezes prega humildade e vibra com classificação do Cruzeiro na Libertadores
Foto:Divulgação/Cruzeiro

Uma partida emocionante, do início ao fim. Diante de 52.706 torcedores no Mineirão, o Cruzeiro acabou sendo derrotado pelo Flamengo, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (29). Contudo, pelo placar agregado de 2 a 1, a Raposa garantiu a classificação das quartas de final da Copa Libertadores.

+ Camisas do Cruzeiro com excelentes descontos? Vai lá na FutFanatics!

Em um confronto movimentado e marcado por muita entrega, o técnico Mano Menezes destacou a força do grupo. Para ele, ter conquistado a vitória da casa em partidas de mata-mata foi fundamental.

"Para que a gente deixe claro para o torcedor. Algumas coisas do segundo jogo têm relação direta com o primeiro jogo. O jogo da Vila Belmiro (contra o Santos pela Copa do Brasil) e do Maracanã (partida de ida das oitavas de final) tiveram influências da maneira que jogamos em casa. Não foi para administrar", explicou.

O Cruzeiro criou boas chance contra o Rubro-Negro, porém, não soube aproveitar. Mano ressaltou que a equipe cinco estrelas precisa melhorar em alguns aspectos, nos quais, irá ser benéfica no futuro.  

 

"Jogos assim são grandes. Isso valoriza nossa passagem. O que nos deixa confiante é que temos um potencial para melhorar e deixar o jogo mais fácil para nós. Mas estou contente com a classificação, temos a humildade de valorizá-la para merecer mais lá na frente", expressou.

Agora o time celeste espera o adversário das quartas de final, no jogo que será realizado nesta quinta-feira entre Boca Juniors (ARG) e Libertad (PAR). No primeiro jogo, vitória dos argentinos por 2 a 0. O comandante ainda confessou que não pretende escolher a agremiação do próximo duelo pelo torneio continental. 

"Eu não gosto de sofrimento, já tô em uma idade avançada. Estamos perdendo gols demais. É mata-mata pra caramba. A gente ganhou os três últimos jogos fora de casa em mata-mata. Eu que tenho fama de só jogar fechadinho e no contra-ataque. Não dá para escolher no futebol", concluiu.

A Raposa entra em campo contra o Internacional no próximo no domingo (1º), às 19h, no Mineirão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.