Visando retorno ao G-4, Goiás desafia líder Fortaleza no Estádio Olímpico

Esmeraldinos e tricolores se enfrentarão em um dos jogos mais esperados da rodada

Visando retorno ao G-4, Goiás desafia líder Fortaleza no Estádio Olímpico
Foto: Goiás Esporte Clube
Goiás
Fortaleza
Goiás: Marcos; Alex Silva, David Duarte, Victor Ramos, Ernandes; Gilberto, Giovanni, Renato Cajá; Rafinha, Michael, Lucão
Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger, Bruno Melo; Derley (Jean Patrick), Felipe, Dodô; Marlon, Ederson (Douglas Coutinho, Romarinho); Gustavo
ÁRBITRO: Trio paulista, com Rodrigo Guarizo Pereira do Amaral no apito, auxiliado pelos bandeiras Anderson de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo.
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA 24ª RODADA DA SERIE B DO CAMPEONATO BRASILEIRO.

Na noite deste sábado (1º), Goiás e Fortaleza se enfrentarão no Estádio Olímpico de Goiânia, ás 19h. O jogo será válido da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Serie B, e é visto com grande expectativa, marcando o encontro não só de duas camisas tradicionais, como também a do líder contra o sexto colocado. Um entrando em campo para se aproximar, enquanto o outro tentará se distanciar ainda mais dos que batem na porta do G-4.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

Retomar a autoestima e o lugar no g-4

Dez pontos separam os rivais deste sábado (1º). Em uma grande arrancada desde a chegada do técnico Ney Franco, o Goiás, sexto colocado com 36 pontos, tentará se reabilitar depois de sofrer goleada em um clássico local frente ao Vila Nova, há sete dias. Antes disso, o time havia tido uma sequência de três vitórias seguidas, com sete gols marcados e apenas dois segundos. O revés no clássico não só tirou a parcial invencibilidade, como deixou o time fora do grupo dos quatro primeiros. Contra o líder, o jogo é visto como grande chance para tentar se reabilitar.

Perder o clássico contra o Vila Nova foi um grande baque para o Goiás. Não só pelo fato do time ter chegado enfim ao sonhado G-4, mas também pelo resultado em si: 3 a 0. Apesar da decepção, Ney Franco não se mostrou abatido e adotou postura firme e de confiança. Algo, por sinal, reproduzido em campo.

O técnico confirmou o time que entrará em campo contra o Fortaleza sem grandes mudanças em relação ao que enfrentou o Vila Nova. O único barrado foi o meia-atacante Felipe Gedoz, que dará lugar a Rafinha, jogador da mesma função.

Ter o líder no caminho logo depois de uma decepção no clássico é ao mesmo tempo que muito difícil, uma grande oportunidade de retomar a autoestima e a vaga entre os quatro de cima na tabela, algo com boa possibilidade de ocorrer caso o verdão vença o duelo.

Leão líder quer abocanhar ainda mais pontos

O Fortaleza teve outra semana tranquila sob o comando de Rogério Ceni depois de vitória de  virada em casa na última rodada contra o Londrina. Líder isolado com 46 pontos e inserido entre os quatro que estarão na Série A de 2019 desde o começo do campeonato, o Leão não teme a força do no papel forte time goiano. Apesar de mostrar grande respeito a força do Goiás como mandante, o discurso pelas bandas do Pici se mostram naturalmente otimistas.

Cada vez mais firme e consistente no caminho para o título e para o acesso, o jogo contra o Goiás é visto pelo Fortaleza como uma espécie de "chave". Caso ganhe, o Leão abrirá uma vantagem vertical de 13 pontos em relação aos goianos, que podem nem estar no g-4 mas são vistos como equipe com potencial de entrar para não sair mais á qualquer momento e eventualmente beliscar uma concorrência quanto a luta pela taça da Série B.

Respeitando muito o adversário, Ceni se manteve com discurso e tom positivo. Mas, apesar disso, terá dois grandes problemas para escalar a equipe: responsável por "encaixar" o time desde que chegou do futebol português, o volante Nenê Bonilha estará fora do jogo. Destaque do time nas últimas rodadas, o atacante Marcinho foi vetado pelo departamento médico. Peças importantes e que deixam dúvidas quanto aos seus substitutos. A definição quanto a isso só deverá ser respondida no anúncio da escalação oficial, minutos antes do confronto começar.